Integração da Siri com aplicativos de terceiros não é tão aberta quanto esperado

SiriKit

A novidade trazida pela Apple durante a WWDC 2016 sobre a abertura da Siri para desenvolvedores deixou muita gente exultante. A Maçã fez questão de demonstrar as diversas possibilidades de integração. Porém, o chamado SiriKit não é tão aberto assim como muitos gostariam.

Publicidade

Com a integração, será possível executar ações dentro do aplicativo da assistente virtual sem que os apps de terceiros estejam rodando. Entretanto, a informação que consta no site é que esta integração só está disponível para certos “domínios” e “intenções”. Na lista de tipos de aplicativos que serão aceitos estão apps de mensagens, carona, pesquisa de fotos, pagamentos, ligações VoIP, exercícios e alguns apps para ajustar a temperatura e controlar o rádio pelo CarPlay.

Pelo fato de a Apple sempre ter o cuidado de proteger a privacidade, esses apps receberão apenas os dados necessários para concluir a ação pedida pelo usuário. A Siri usará somente os componentes relevantes e controlará apenas aquela parcela. O aplicativo usará as diversas APIs1 do SiriKit e mostrará a resposta na tela.

Para evitar confusão na utilização de diversos apps para uma mesma função, o usuário precisará falar o nome do aplicativo a ser utilizado — isto me leva a refletir sobre o quão (im)preciso este recurso poderá ser aqui no Brasil.

Publicidade

Como bem lembrou o 9to5Mac, nesta escolha de abrir apenas para alguns tipos de aplicativos, outros muitos ficaram de fora, como apps de música (nada de integração da Siri com Spotify, por exemplo), de podcasts, de lembretes, etc. E mais: será que os apps de emails entrarão na categoria de “mensagens” ou simplesmente não fazem parte da lista?

Ainda não se pode dizer a razão de a Apple preferir fazer tudo desta maneira, mas a esperança é que ela abra para mais outras categorias (ou “domínios”) em um futuro não muito distante. Apesar de alguns ainda acharem que a Maçã quer permanecer como a primeira escolha em muitos segmentos — como, por exemplo, em streaming de música —, acredito que ela já esteja mostrando uma postura diferente ao disponibilizar o SDK2 da Siri e também por permitir que aplicativos nativos sejam excluídos do sistema.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…