Apple se livra de processo movido por causa do famigerado “Erro 53”

Lembram daquela história de que a troca não-oficial do botão Início de iPhones com Touch ID poderia inutilizar os aparelhos, o maldito “Erro 53”? A Apple corrigiu todo esse imbróglio liberando uma nova compilação do iOS 9.2.1, mas isso não impediu que ela fosse processada.

Touch iD

Na ação coletiva comandada por Darrell Cochran (advogado da PCVA), os reclamantes argumentaram que os iPhones funcionavam perfeitamente por meses após o reparo da peça até a verificação da validação para uma possível atualização ou restauração. Aí, o aparelho virava um peso de papel e todo o conteúdo do usuário era perdido (caso ele não tivesse um backup). Além de novos iPhones para usuários afetados, a ação coletiva exigia ainda uma multa de US$5 milhões e uma atualização de software para eliminar essas restrições de reparo fora de uma assistência técnica autorizada (ou na própria Apple).

Bem, a atualização de software veio e, junto dela, a Apple tratou de reembolsar os clientes que pagaram pelas substituições da peça fora de garantia para seus dispositivos e assegurou que todos os afetados pelo problema tivessem em mãos dispositivos funcionando. Pouco tempo depois, a empresa pediu à juíza responsável que encerrasse o caso levando em consideração todas essas ações descritas.

O juiz Vince Chhabria então analisou todas as alegações da ação coletiva e as considerou inadequadas para a continuidade do processo. Uma das principais reivindicações, a perda dos dados, não foi levada em consideração pois os reclamantes não conseguiram provar a desassociação da perda com o “Erro 53” (e como a Apple corrigiu o erro…). Eles também não foram capazes de comprovar que a Apple estava ciente do “Erro 53” a fim de comprovar que a Maçã fez propaganda enganosa.

Os demandantes poderão, sim, alterar as reivindicações para tentar remediar as questões levantadas pelo juiz. Ou seja, o processo ainda poderá continuar, mas por ora a Apple está livre dele.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários