Após cinco anos sem atualização, Apple oficializa a morte do Thunderbolt Display [atualizado]

O Thunderbolt Display foi lançado pela Apple em julho de 2011. Ele chegou para substituir o LED Cinema Display que, tecnicamente, era bastante similar — as diferenças ficaram por conta de novas opções de conectividade (saiu Mini DisplayPort; entrou Thunderbolt, entre outras coisas). A tecnologia por trás da tela, contudo, é a mesma. Assim, podemos até dizer que esse display que estamos vendo foi criado pela Maçã em 2010 — o que é ainda pior levando em conta a velocidade com que as coisas avançam no mundo tecnológico.

Rumores sobre um possível lançamento de monitor da Apple surgiram mas, na mesma velocidade que chegaram, se foram.

Thunderbolt Display conectado em MacBook Air

Nós já discutimos bastante — principalmente no MacMagazine no Ar (inclusive no último episódio #187) — a decisão da Apple de manter o display à venda por tanto tempo. Para termos uma ideia, essa belezura vem com uma porta FireWire 800 (pouquíssima utilizada hoje em dia) e um adaptador MagSafe para MagSafe 2 (a segunda geração do conector magnético da Apple foi lançada em 2012, junto dos MacBooks Pro com tela Retina, e tem tudo para ser abandonada nos novos notebooks em prol da USB-C1).

Enfim, deu para entender que, por mais que seja um monitor bonito, ele está demasiadamente ultrapassado e, é claro, superfaturado (lá fora custa US$1.000; já no Brasil, R$9.300) — com esse valor, você consegue até mesmo adquirir monitores 4K! Pois a Apple finalmente reconheceu que não dá mais e informou que está descontinuando o Thunderbolt Display.

Ao TechCrunch, um porta-voz da Apple deu a seguinte declaração: “Estamos descontinuando o Apple Thunderbolt Display. Ele estará disponível pelo Apple.com, lojas de varejo da Apple e revendedores autorizados Apple enquanto durarem os estoques. Há um grande número de opções de terceiros disponíveis para usuários de Mac.”

O fim da declaração é bastante elucidativo; se a Apple planejasse lançar um novo display em breve, não faria sentido descontinuar o Thunderbolt Display assim e afirmar que existem opções de terceiros disponíveis por aí.

Eu ainda aposto na chegada de uma nova tela mas, agora, ao menos com base nessa mudança de cenário, parece que tudo ficou para — bem — depois…

Atualização · 24/06/2016 às 14:51

O Thunderbolt Display está tirando uma soneca profunda, como esperado. Fontes me dizem que a próxima geração terá efetivamente uma GPU integrada.

John Paczkowski é uma daquelas pessoas que têm ótimas fontes dentro da Apple, contato com executivos da empresa, etc. Então quando ele fala algo sobre o mundo da Maçã, é quase certo.

Pois agora ele “confirmou” que a Apple não está abandonando o segmento de displays e que está, sim, trabalhando numa próxima geração. Como esperado, ela terá uma GPU2 dedicada, a fim de ajudar na tarefa de jogar o conteúdo do Mac nos prováveis 14,7 milhões de pixels da tela.

Resumo: a Apple está trabalhando e lançará o produto. Só que isso não acontecerá em breve, então ela se viu “obrigada a recomendar” monitores de terceiros.

Posts relacionados

Comentários