★ Review: aplicativo iMyfone Umate, para Mac, promete liberar muitos gigabytes de espaço livre no seu iPhone ou iPad

Ah, espaço. A palavrinha mágica para donos de smartphones e tablets ao redor do mundo — especialmente aqueles que caíram na armadilha do “baixo custo” da Apple e estão presos com um iPhone ou iPad de meros 16GB (ou, pior ainda, 8GB) em pleno 2016. Dicas e supostos truques mágicos para liberar espaço nos seus iGadgets existem aos borbotões na internet; a maioria deles não serve pra nada, não traz nada de novo ou pode até representar perigo para os bichinhos.

O iMyfone Umate, da desenvolvedora homônima, não é nada disso. Trata-se de um aplicativo para Mac ou Windows com uma série de opções utilíssimas, uma interface muito fácil de usar e funcionamento rápido e simples, tudo dedicado à nobre tarefa de liberar espaço no seu device através da busca de arquivos inúteis, antigos e espaçosos.

Eu estive testando o iMyfone Umate nos últimos dias com um iPhone 5c e um iPad mini de segunda geração, ambos de 16GB, e fico feliz em relatar que minha experiência com o software tem sido extremamente positiva.

iMyfone Umate, para Mac

Como eu disse, a operação do aplicativo não poderia ser mais simples. Uma barra à esquerda divide o app nas seções Home, Ficheiros de lixo, Ficheiros temporários, Fotografias, Ficheiros grandes e Aplicações. É bom notar que o aplicativo oferece suporte apenas ao português de Portugal, o que não é um problema — problema é achar o lugar onde está escondida a opção de mudar o idioma, já que ele vem por padrão em inglês. Spoiler: fica no menu “Help”, o último lugar onde se procuraria. Os desenvolvedores afirmam que, numa próxima versão, o software detectará o idioma do Mac e mudará tudo automaticamente.

Todo o processo de liberar espaço do iPhone ou iPad em questão pode ser realizado simplesmente na aba Home. Primeiro, ela pede que se conecte o iGadget no computador e, ao se fazer isso, o software mostra uma estatística rápida de espaço total, livre e ocupado. Basta clicar no botão “Pesquisa rápida” para que o programa comece a vasculhar a memória interna do aparelho e continuemos à próxima etapa.

Findada a busca — que, ao menos no meu caso, não durou nem dois minutos —, o programa mostra uma tabela com o espaço total que pode ser liberado no seu aparelho, quebrando tudo nas seções numeradas acima. A partir daí, é possível sair de aba em aba limpando o dispositivo, primeiro apagando os arquivos inúteis (dados de cache, relatórios de falhas, cookies e outros tipos de dados) e os temporários. A melhor parte disso tudo é que o usuário tem um controle granular daquilo que ele vai ou não apagar do aparelho — se eu quisesse manter, por exemplo, o cache de minhas fotos, ele ficaria lá intacto.

Depois, é hora de dar atenção às fotos, que decididamente são um dos aspectos que mais causam problemas no espaço interno de um aparelho nesses tempos de câmeras superpoderosas. Esta é, pra mim, a killer-feature do software: ele pega todas as fotos do Rolo da Câmera e comprime-as, salvando as versões originais numa pasta do computador.

Nos meus testes, uma imagem de 8 megapixels (3264×2448 pixels) capturada pelo iPhone 5c, pesando 1,5MB, foi comprimida para 1,9 megapixel (1632×1224 pixels), pesando meros 453KB. Uma imagem com qualidade mais que suficiente para ser compartilhada nas mídias sociais, e a versão original salva no Mac sem nenhum trabalho. Ponto pro aplicativo. Também é possível abrir o Rolo da Câmera no próprio software e selecionar fotos ruins/indesejadas a serem sumariamente apagadas, se assim o usuário desejar.

Clique/toque nas screenshots para ampliá-las.

A próxima etapa é a de analisar os arquivos grandes que estão ocupando bastante espaço no seu iPhone/iPad. Por arquivos grandes, entenda-se vídeos com mais de 5MB: o programa vasculha todos eles presentes no aparelho — não importa se foram gravados nele ou simplesmente recebidos da internet — e dá a opção de o usuário marcar aqueles que ele deseja apagar. Como de costume, o arquivo será salvo no computador antes de ser deletado do aparelho móvel. Nota: ao realizar um escaneamento no iPad na aba “Ficheiros grandes”, o programa levou uma eternidade — mais de uma hora — para retornar os resultados do aparelho. Inicialmente julguei ser algo normal, mas reiniciei o app e refiz o scan, que, desta vez, durou meros 30 segundos. Pequena falha, mas nada de muito importante.

Por fim, o app mostra uma lista de todos os aplicativos instalados no aparelho, por ordem de tamanho, e dá a opção de marcar aqueles que o usuário quer apagar — no caso, é claro, não existe backup no computador. Esta é uma parte relativamente inútil do programa, uma vez que coisa semelhante pode ser feita no próprio Ajustes do iOS; ainda assim, não é algo que o comprometa de forma nenhum.

No fim das contas, consegui liberar mais de 2GB no iPhone 5c e 1,2GB no iPad, sem perder arquivos ou apps importantes. Em aparelhos cujo espaço de fato utilizável está perto dos 12GB, este é um suspiro de ar fresco extremamente bem-vindo, especialmente se provindo de um app fácil de usar e nada intrusivo.

Ícone do iMyfone UmateO iMyfone Umate está disponível no site da desenvolvedora por US$30 — há uma versão trial bem capada, que permite limpar os arquivos inúteis apenas uma vez, comprimir as cinco fotos mais recentes e exibir um app no administrador de aplicativos. O preço pode ser salgado, mas se você tem problemas de espaço no seu querido iGadget, vale muito a pena.

E sabe o que vale mais a pena ainda? Aproveitar a promoção temporária dele (versão para Mac, versão para Windows) com 50% de desconto, saindo por apenas US$15! 😉

·   ·   ·

Selo - Artigo Patrocinado

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários