Apple está testando suporte ao formato de imagens WebP, do Google, em novas versões beta do Safari

O Safari poderá ficar mais veloz num futuro próximo. A Apple está incluindo nas betas mais recentes do seu navegador para iOS 10 e macOS Sierra suporte ao WebP, um formato de imagens criado pelo Google com a finalidade de acelerar o carregamento de conteúdo na web.

Safari Technology Preview

O WebP é um formato que já existe há algum tempo — foi lançado pelo Google em 2010 —, mas só recentemente tem visto uma adoção em maior escala. Ele é capaz de produzir arquivos em qualidade semelhante ao onipresente JPEG ocupando um espaço significantemente menor; além disso, é capaz de unir vantagens de outros formatos como o PNG (suporte a transparências) e GIF (animações).

Se o suporte ao formato de fato passar para as versões finais do navegador, o Safari poderá ver algumas melhoras razoáveis de performance. Para se ter uma ideia, o Facebook adotou o WebP após perceber que as imagens ocupavam um espaço de 25% a 35% menor após conversão para o formato; o Google — que inclui suporte à tecnologia no Chrome desde 2012 — afirma que o YouTube carrega 10% mais rápido em navegadores capazes de ler WebP.

Apesar disso, ainda não se pode afirmar com certeza que as próximas versões públicas do Safari incluirão suporte ao formato. O motivo mais simples para tal é que uma inclusão desse tipo representa uma série de cuidados a serem tomados por parte dos desenvolvedores: suportes a novos formatos abrem portas que podem expôr os navegadores a potenciais problemas de segurança, além das usuais questões de compatibilidade. A Microsoft, por exemplo, afirma que não tem quaisquer planos de incluir suporte ao WebP no seu navegador Edge.

De qualquer forma, o simples reconhecimento por parte de uma empresa do tamanho da Apple à tecnologia já representa um passo enorme para ela, e agora é bem mais provável que vejamos suporte generalizado ao WebP num futuro próximo.

[via Patently Apple]

Posts relacionados

Comentários