Apple vs. Samsung: mais de 100 designers de empresas como Coca-Cola e Calvin Klein estão ao lado da Maçã

Apple vs. Samsung

Há muito tempo, em uma terra distante, existiam duas empresas rivais e um processo judicial em comum. Apple e Samsung têm se enfrentado em um julgamento no qual a Maçã tenta provar a culpa da sul-coreana em copiar o design do iPhone. Por um momento, parecia que a Samsung jogaria a toalha ao concordar em pagar US$548 milhões à Apple, mas logo ela entrou com um pedido na Suprema Corte dos Estados Unidos.

Em junho deste ano, a Samsung deu o seu parecer à Suprema Corte alegando que a Apple foi indenizada pelo total de lucros dos produtos (quantia muito alta) quando essa conta deveria levar em consideração apenas alguns componentes do smartphone. Em seguida, foi pedido que o processo retornasse ao tribunal de primeira instância, mas a Apple logo se levantou contra este pedido.

Nesta “guerrinha de cabos”, quem entrou na brincadeira também foram nomes como Google, Facebook, Dell, HP, eBay e muitas outras — todas apoiando a sul-coreana. Diversas empresas do setor de tecnologia estão atentas a este processo, temendo que a vitória da Apple se torne uma porta aberta para os trolls de patentes (eles poderiam continuar a saga em busca de dinheiro fácil não apenas utilizando patentes de utilidade, mas agora também inventos de design). Segundo a Reuters, a última vez que uma patente de design foi analisada foi há 120 anos.

Talvez o “medo” das empresas possa aumentar ainda mais, agora. Isso porque a Apple conseguiu o apoio de nomes importantes do mercado. Grandes profissionais em design se tornaram “amigos da corte” [PDF] (amici curiae) em favor da Maçã. Dentre as empresas as quais estes profissionais já prestaram serviço estão as próprias Apple e Samsung, American Airlines, Calvin Klein, Citibank, Coca-Cola, Ford, General Electric, General Motors, Hewlett-Packard, Google, IBM, NASA, Nike e muito mais.

Resumidamente, eles acreditam que o design industrial tem uma grande importância no produto em si e que, portanto, a Maçã tem direito, sim, de requerer o valor inteiro em danos.

Acredite: essa história ainda vai longe…

[via MacRumors, AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários