Reviravolta nos rumores do “iPhone 7”: Apple teria descartado ideia de três modelos

Rufem os tambores. Se nenhuma catástrofe acontecer até lá, tudo indica que estamos a menos de um mês do lançamento do “iPhone 7”, e, se os últimos lançamentos da Apple são algum sinal, a máquina de rumores e vazamentos entra em força total a partir de agora.

A novidade mais recente em termos de especulação joga pelo ralo uma das poucas coisas próximas de certezas que tínhamos em relação à próxima geração de smartphones da Apple: o jornal japonês Nikkei, citando fontes próximas ao assunto, informou hoje que a Maçã teria descartado a ideia de lançar três novos modelos do iPhone em setembro.

Supostos modelos do "iPhone 7" lado a lado

Recapitulando: o rumor vigente até o momento seria de que a Apple lançaria um modelo de 4,7 polegadas (o “iPhone 7″, digamos) e dois modelos de 5,5” (o “iPhone 7 Plus” e o “iPhone 7 Pro”). Os dois primeiros seriam praticamente iguais em todos os aspectos, exceto, é claro, pelo tamanho; já o último viria com alguns diferenciais, como um sistema de câmera dupla e Smart Connector, por um preço maior — a propósito, o MacMagazine no Ar #194, que sairá hoje mais tarde, trará uma discussão interessante sobre este suposto “iPhone 7 Pro”. Aguardem!

Agora, teoricamente a menos de um mês do lançamento, a Apple teria resolvido matar o modelo do meio. Ou seja, supostamente haverá apenas um modelo de 5,5 polegadas (provavelmente mantendo a nomenclatura “Plus” atual), e ele terá todos os recursos extras que foram especulados nos últimos tempos.

Tudo bem bonito, mas resta saber como o mercado reagiria a esse movimento: um dos grandes apelos das duas últimas gerações de iPhone, afinal, é a existência de dois modelos basicamente idênticos em termos de recursos, permitindo ao usuário a escolha do tamanho mais apropriado para si mesmo.

Ainda assim, a suposta movimentação em cima da hora da Apple parece não ter nenhuma outra motivação senão o próprio mercado: as vendas em queda do seu principal produto incentivaram os executivos de Cupertino a ater-se a uma linha mais simplificada, diz o jornal. Uma fonte ouvida por eles ainda acrescenta:

Isso nunca tinha acontecido. Antes desse ano, a Apple nunca fez mudanças na linha do iPhone meros meses antes do lançamento. Tem sido um ano volátil para a Apple.

O artigo do Nikkei fala brevemente ainda do iPhone de 2017, especulado como aquele que efetivamente trará muitas e boas novidades para o smartphone. Eles corroboram alguns rumores já ventilados antes, como a carcaça de vidro com uma tela OLED de ponta-a-ponta e carregamento sem fio.

Esperemos.

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários