Supostas fotos do “iPhone 7” mostram carcaça finalizada, sugerem diferenças na tela e no botão de Início

Como eu disse no início da semana, a máquina de rumores sobre o próximo iPhone entra agora em máxima capacidade, a menos de um mês do seu aguardado lançamento. Hoje, algumas fontes diferentes expuseram o vindouro modelo em detalhes, por dentro e por fora, para o nosso vislumbre mais detalhado até o momento.

Primeiro, foi o site checo LetemSvètem que publicou fotos em altíssima resolução dos supostos smartphones, aparentemente finalizados, na cor dourada. A mesma fonte postou no Weibo imagens dos três “iPhone 7 Plus” — em preto espacial, dourado e ouro rosé. Tudo confirmando o que sabemos até o momento sobre os aparelhos, sem surpresas.

As notícias mais interessantes vêm de outro lugar. A firma de conserto de telefones GeekBar compartilhou na sua página no Weibo algumas fotos de um suposto modelo do “iPhone 7” desmontado; nele, podemos notar algumas mudanças significativas que certamente serão combustível para muita especulação nas próximas semanas.

Parte interna do suposto "iPhone 7"

A primeira e mais notável mudança é a tela, que está montada agora de cabeça pra baixo em relação à forma com que sempre foi instalada nos iPhones — desta vez, os cabos que ligam o componente à placa lógica saem da parte de baixo, não de cima (notem que a foto mostra a unidade de ponta-cabeça).

Tal alteração poderia significar tanto uma mudança nos próprios modelos de telas do próximo iPhone — o que está entre as especulações para setembro, envolvendo um display 1080p para o “iPhone 7” e outro Quad HD para o “iPhone 7 Plus” — como uma necessidade de mais espaço na porção superior do aparelho para novos componentes. Um módulo de câmera mais poderoso, talvez?

Outra possibilidade é que a mudança tenha sido possibilitada pelo fim da saída para fones de ouvido, que confere um bom espaço extra à parte de baixo do iPhone.

A segunda mudança tem a ver com o famigerado botão de Início (Home). Note que, em relação a modelos anteriores, o corte no chassi para alojamento do botãozinho é diferente, o que poderia sugerir a troca do modelo físico por um capacitivo, sensitivo à pressão — como os trackpads dos novos MacBooks, por exemplo.

Nada disso, obviamente, deve ser gravado em pedra, mas já dá uma boa indicação do caminho que a Apple está seguindo.

[via MacRumors, 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários