Apple transforma Turi em sua divisão de aprendizado de máquina e abre vagas no setor

É uma prática comum entre as grandes companhias da tecnologia comprar outras empresas menores e, ao menos publicamente, não fazer muita coisa com elas — apenas incorporar seus empregados e know-how sem refletir muito no funcionamento do negócio.

Não é o caso, entretanto, da Turi — que foi adquirida pela Apple no início do mês. A compra da empresa de inteligência artificial já está refletindo bastante dentro da própria Maçã: segundo informações obtidas pelo MacRumors, a gigante de Cupertino já tratou de transformar a startup na sua própria divisão de aprendizado de máquina, bem como anunciou contratações para o setor.

Gráfico sobre a Turi

Na página de vagas abertas da Apple, a empresa anunciou que está à procura de cientistas de dados e desenvolvedores de apps avançados baseados em Seattle (onde a Turi era estabelecida e permanecerá). Esses novos empregados construirão aplicativos como prova-de-conceito para os produtos da Apple “para desenvolver novas e melhoradas experiências do usuário onde for possível”.

A Turi é a nova divisão de aprendizado de máquina na Apple. Nós construímos ferramentas as quais permitem que as equipes da Apple desenvolvam soluções em aprendizado de máquina para equipar experiências do usuário incrivelmente inteligentes. Estamos procurando novos e enérgicos membros para se juntar à nossa equipe de aplicações AM (Aprendizado de Máquina) para colaborar com equipes de produtos em uma série de projetos de prova-de-conceito.

Ainda não está claro exatamente em quais áreas estes novos empregados atuarão, mas não é um palpite arriscado dizer que os produtos da Apple verão melhorias significativas no campo da inteligência artificial nos próximos tempos. Aguardemos e veremos.

Posts relacionados

Comentários