Com futura inauguração de data center na Dinamarca, Apple anuncia parceria com universidade para estudar energia sustentável

Há pouco mais de um ano e meio, a Apple anunciou a construção de data centers na Irlanda e na Dinamarca para a operação de todos os seus serviços online — incluindo Apple Music, Mapas, iTunes Store, iCloud, iMessage e Siri — no continente europeu. Enquanto o projeto irlandês tem tido a sua cota de problemas, lá na Escandinávia as coisas têm prosseguido numa maré baixa bem agradável, como informa hoje o jornal dinamarquês The Copenhagen Post.

Data Center da Apple, em Maiden

O ministro de relações exteriores dinamarquês, Kristian Jensen, classificou o investimento da Apple, de 6,3 bilhões de coroas dinamarquesas (aproximadamente R$3 bilhões), como o “maior investimento estrangeiro da história da Dinamarca”. De acordo com a publicação, o data center da Apple estará pronto em 2017 e ficará localizado na vila de Foulum, na região central da Jutlândia (norte da Dinamarca).

Como já havia sido anunciado, todas as operações desse enorme complexo de servidores funcionarão com energia 100% renovável. Para aprofundar e ampliar o seu compromisso com o meio-ambiente, a Apple firmou também uma parceria com a Universidade de Aarhus, próxima à localização do centro de dados; com isto, a empresa oferecerá suporte financeiro à pesquisa da instituição dedicada ao desenvolvimento de novas formas de obtenção de energia a partir do biogás e da agricultura em geral.

Com estas novas ações, a Apple vai chegando perto à sua ambiciosa meta de rodar 100% das suas operações globais com energia renovável — compromisso reiterado no mês passado pela própria empresa, e que deveria ser seguido por todo mundo.

[via Patently Apple]

Posts relacionados

Comentários