Motivos para acreditarmos que processadores Intel serão substituídos por ARM nos Macs

No último episódio do MacMagazine no Ar, foi discutido sobre fortes rumores de que a Apple estaria planejando substituir os atuais processadores Intel utilizados em Macs.

Eis alguns fatos que me fazem pensar o quanto esse rumor faz sentido:

  • Todas os apps desenvolvidos pelo Xcode (na maioria dos casos) já estariam relativamente prontos para serem portados para a nova arquitetura, graças ao compilador LLVM que a Apple já usa há um bom tempo.
  • Talvez o maior motivo para acreditarmos nesse rumor: a referência a uma CPU ARM encontrada no núcleo (kernel) do macOS Sierra recentemente.
  • Em 2005, a Apple substituiu os processadores PowerPC por chips Intel. Na época o Windows era bastante relevante e utilizar essa arquitetura foi importante para que os Macs se tornassem mais compatíveis com ele e também com aplicativos desenvolvidos para processadores x86. Atualmente as plataformas móveis são muito mais relevantes que o Windows e uma migração para a arquitetura ARM faria muito sentido.
  • A Apple poderia sem problemas manter a parceria com a Intel caso ela começasse a fabricar chips ARM (e tudo indica que ela vai).
  • A Apple TV (quarta geração) usa um processador A8 o qual é ligeiramente mais potente que o A8 utilizado no iPhone, muito provavelmente porque ele fica conectado à rede elétrica o tempo todo, ou seja, não precisa ser tão eficiente energeticamente falando. O mesmo poderia acontecer com os Macs, ainda mais considerando que os últimos modelos estão realmente muito poderosos.
  • O ecossistema Mac está muito melhor que antes: além de existirem muito mais apps nativos, temos também uma maior quantidade de web apps, as quais rodam diretamente no browser independentemente de plataforma, algo muito mais comum do que em 2005 (quando a Apple adotou a arquitetura Intel). Outro ponto é que, se a Maçã foi ousada o suficiente para declarar guerra à saída de fones de ouvido, ela provavelmente não estaria preocupada com a minoria que depende de apps exclusivos para Windows. 😜
  • A Apple não dependeria mais da Intel para avançar em termos tecnológicos.
  • A Apple poderia usar essa migração como desculpa para limitar a instalação de apps apenas pela Mac App Store, que soa como uma má idéia para usuários, mas boa em termos de segurança e também para o bolso da empresa.

Minha opinião pessoal é que isso pode não demorar para acontecer. O novo MacBook de 12 polegadas seria um bom candidato para ser o cobaia, já que ele possui um processador mais fraco que os tradicionais, usa uma arquitetura sem ventoinha e também por não ser um dos Macs mais vendidos (com base em nenhuma estatística, apenas minha impressão). 🙂

E vocês, o que acham?

Posts relacionados

Comentários