Tim Cook afirma que novo centro de P&D no Japão será “bem diferente” e focará em inteligência artificial

Como já noticiamos, Tim Cook está no Japão para, entre outros assuntos, tratar da recém-formada parceria com a Nintendo e do centro de pesquisa e desenvolvimento (P&D) a ser inaugurado no país em dezembro. Sobre este segundo tópico, o CEO da Apple deu declarações muito interessantes numa entrevista publicada ontem pelo Nikkei Asian Review.

Tim Cook Apple Japão Primeiro Ministro

Cook, visitando a Terra do Sol Nascente pela primeira vez como CEO da Apple, se encontrou com repórteres da publicação num trem-bala e falou um pouco sobre o centro a ser aberto na cidade de Yokohama, o primeiro do tipo fora dos Estados Unidos. Segundo o executivo, o lugar será dedicado à “engenharia profunda” e ao desenvolvimento de novas tecnologias de inteligência artificial.

“Nós queremos usar inteligência artificial para aumentar a longevidade da sua bateria, para lembrar onde você estacionou seu carro ou para recomendar novas músicas no Apple Music”, disse Cook, que acredita — como quase todos os outros grandes nomes da área — que a IA é a próxima grande coisa do mundo tecnológico. Prova disso, aliás, são as diversas compras recentes da Apple de empresas do ramo de aprendizado de máquina [1, 2].

Apesar do entusiasmo, o executivo não deu mais detalhes sobre o que será desenvolvido no novo centro japonês: “Não posso lhe falar as especificidades. O trabalho específico será bem diferente.” É bom lembrar que a Apple também tem planos de abrir centros de P&D na China, então talvez seja em relação a eles que o CEO esteja se referindo quando diz que o trabalho a ser realizado lá no Japão será bem diferente.

Não muito a ver com o assunto, mas também interessante notar uma declaração de Cook sobre o Apple Pay: o executivo espera que o sistema de pagamentos seja o “catalisador” para a completa extinção do dinheiro físico na sociedade. “Nós pensamos que o consumidor não gosta particularmente do dinheiro físico”, disse ele, profético.

Vejamos o que o futuro da Maçã nos aguarda…

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários