Analista prevê queda nas vendas de iPhones em 2017; modelo SE não deverá ser atualizado

iPhones

Assim como já acompanhamos há um certo tempo, o analista da KGI Securities, Ming-Chi Kuo, tem um ótimo histórico de acertos em suas apostas. Agora, ele soltou suas previsões sobre o que possivelmente acontecerá com as vendas de iPhones em 2017.

Primeiramente, Kuo afirma que há uma preocupação quanto às vendas dos iPhones de 4,7 polegadas e também na parcela do mercado ocupado pela Apple na China. Portanto, sua aposta é que no primeiro trimestre de 2017 (de janeiro a março), os iPhones consigam de 40 a 50 milhões de unidades vendidas, diferente dos 51,2 milhões atingidos no primeiro trimestre de 2016.

No segundo trimestre de 2016, a Maçã acabou tendo um aumento nas vendas devido ao lançamento do iPhone SE. Entretanto, para continuar com uma boa margem bruta e evitar a “canibalização” dos modelos topo-de-linha, a aposta é que não haja uma atualização para o modelo de 4 polegadas. Por esse motivo, as vendas provavelmente atingirão 35-40 milhões de unidades no segundo trimestre de 2017, diferentemente dos 40,4 milhões do mesmo período em 2016.

Sabendo dessas quedas, a Apple provavelmente começaria a pressionar os fabricantes dos componentes de seus aparelhos em busca de preços melhores e isto aconteceria a partir deste ou do próximo mês. Alguns fornecedores menores devem ceder facilmente, ao passo que grandes nomes como Samsung e TSMC podem acabar dando mais trabalho. Além de resistir às negociações, é esperado que a Samsung até aumente os preços das DRAM de 3GB e NAND 3D pelo fato de estarem com um estoque baixo.

Apesar dos baixos números que possivelmente presenciaremos no início de 2017, as maiores apostas são de que o “iPhone 8” (ou seja lá como se chamará a próxima edição do aparelho) prometerá grandes mudanças e inovações e, com isso, trará melhores números para a Maçã.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários