Mais sobre a Touch Bar: o velho projeto da Microsoft, a ideia descartada da Lenovo e como rodar uma versão de testes no Mac/iPad

Só o tempo irá dizer se a controversa Touch Bar dos novos MacBooks Pro tornar-se-á uma ferramenta de valor para usuários amadores e profissionais do mundo inteiro ou simplesmente será relegada ao desonroso rol das ideias e recursos bonitos no conceito, mas inúteis na prática e esquecidos pelo tempo.

Enquanto o futuro não chega para iluminar nossas mentes nesta questão absolutamente crucial para o futuro da humanidade, ficamos aqui analisando as inspirações da Apple e possíveis formas de pormos as mãos na barrinha mágica antes que os novos computadores cheguem às lojas — e muito antes que eles cheguem às lojas do Brasil, mais especificamente.

Protótipo de teclado adaptativo da Microsoft, semelhante à Touch Bar

O primeiro assunto a ser tratado aqui hoje tem a ver com uma antiga nêmesis da Apple: a Microsoft. Aparentemente, a gigante de Redmond andou trabalhando num conceito de teclado adaptativo — deveras parecido com a ideia por trás da Touch Bar — por nada menos que 15 anos. Quem relata é o The Verge.

Concebida em 1999, a ideia é admitidamente mais ambiciosa que a da Touch Bar da Apple, mas a intenção por trás de tudo é basicamente a mesma. Aqui, temos uma tela na parte superior do teclado — muito semelhante à solução da Maçã, embora maior — que exibe conteúdo baseado no que está acontecendo na tela principal, acima. Esta tela secundária, entretanto, estende-se aos botões do teclado, que podem exibir teclas específicas também de acordo com o programa ativo.

O conceito da Microsoft não veio a se tornar realidade por um motivo simples: na época em que foi desenvolvido, a empresa não fabricava computadores; agora, que os Surfaces estão aí para deixar admiradores de tecnologia ao redor do mundo embasbacados, a companhia de tio Satya foca em máquinas com telas sensíveis ao toque, que meio que prescindem este tipo de solução no teclado.

Ainda assim, são notáveis as semelhanças com a ideia que, no fim das contas, foi implementada pela Apple. Será que temos aqui um caso de leve inspiração indevida?

A ideia descartada da Lenovo

Você pode argumentar que não, mas em relação a este protótipo da Lenovo, indubitavelmente as semelhanças são ainda mais assustadoras (e… suspeitas?). Uma versão prévia do Thinkpad X1 Carbon, apresentada no início de 2014, apresenta o que seria basicamente uma versão da Touch Bar no mundo Windows e sem Touch ID.

Protótipo do Lenovo ThinkPad X1 Carbon com recurso semelhante à Touch Bar

A implementação é praticamente a mesma, com o design quase idêntico, e a ideia de mudar as teclas de acordo com o contexto da tela principal também parece ter sido importada diretamente pela Maçã dois anos depois.

O protótipo da Lenovo acabou não vendo a luz do dia devido a críticas de consumidores direcionadas ao teclado (já que a Lenovo não teve #coragem o suficiente e simplesmente moveu teclas como “Esc” e “Delete” para locais absolutamente inapropriados em vez de matá-las) e também à “pobre implementação” do conceito — aparentemente, em 2014 as pessoas não estavam preparadas para uma pequena tela substituindo a barra de função. Veremos se, quase três anos depois, este paradigma se mantém.

Testando a Touch Bar

Independentemente de onde a Apple tirou a sua inspiração para criar a Touch Bar, o fato é que o recurso certamente será adotado por todas as maiores desenvolvedoras do mundo Mac com o passar do tempo. Se você faz aplicações para macOS e quer ir se familiarizando com a barrinha antes da sua chegada ao mundo — ou se está simplesmente curioso com ela —, isso já é possível graças a um aplicativo compartilhado no GitHub.

O Touch Bar Demo App permite que o usuário abra uma janela de simulação da Touch Bar na própria tela do Mac, pressionando a tecla de função para operar a janelinha por meio do trackpad ou do mouse da máquina. A opção mais interessante, entretanto, existe caso você tenha à disposição um iPad: neste caso, basta conectar o tablet ao Mac via USB e um aplicativo exibirá a Touch Bar na parte inferior da tela, permitindo que você opere a barrinha “exatamente” como no novo MacBook Pro.

Para instalar o Touch Bar Demo App, é necessário ter um Mac rodando o macOS Sierra 10.12.1 (especificamente a compilação 16B2657, que traz suporte à Touch Bar) e simplesmente extrair o aplicativo do arquivo ZIP a ser baixado, colocando-o na pasta de aplicativos. Caso você queira testá-lo no seu iPad, é necessário abrir o arquivo TouchBar.xcodeproj, conectar o tablet via USB e selecionar o dispositivo junto ao TouchBarClient no Xcode.

E que comece a máquina de ideias!

[via Cult of Mac, 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários