Novo comercial do MacBook Pro é muito bacana, mas talvez um tanto exagerado

https://www.youtube.com/watch?v=ROEIKn8OsGU

O visual do mais novo comercial do MacBook Pro é completamente diferente do último do iPhone 7, mas segue um certo estilo similar — especialmente em relação à trilha sonora.

São mais de um minuto e meio de pura “pressão”, com inúmeras lâmpadas estourando por um caminho numa cidade, mescladas a imagens diversas do nosso planeta/cotidiano e invenções marcantes da humanidade. O MacBook Pro com a sua Touch Bar, em si, só aparece no finzinho — acompanhado das frases “Ideias empurram o mundo à frente” e “Apresentando uma ferramenta para todas as próximas ideias”.

Exagerado? Talvez. Mas ficou bem bacana. 😬

Posts relacionados

Comentários

73 comments

  1. A Samsung que gosta tanto de copiar algumas ideias da Apple poderia colocar seus smartphones nos lugares das lâmpadas, sua propaganda seria um verdadeiro estouro.

  2. ahahaha nossa cara, eu achei não só um tanto exagerado, como extremamente pretencioso e nem parece propaganda da Apple. Em comparação, a propaganda do Surface Studio da até arrepio e parece mais Apple do que esse aí.

  3. talvez uma corrente elétrica mais forte a ponto de estourar as lâmpadas? Filmado com câmeras de altíssima velocidade…

  4. esse último é que foi exagero…rs funcionaria bem no primeiro iPhone…esse sim foi bem revolucionário.

  5. Confesso que não estou gostando nem um pouco dessa nova linha dos comerciais.

    É muita edição, muita produção, muita mixagem, muito esforço, muito marketing, e pouco Apple.

  6. Não achei tão ruim assim, porém tá faltando o arrepio mesmo. E este arrepio tem no comercial do Surface!

  7. Podem observar as imagens do mundo pré-histórico, antigo e atual, mostrando a evolução das coisas, e o MacBook Pro como uma evolução. Algo bem claro e óbvio, até. Se existe exagero, é achar que o MacBook Pro é isso tudo mesmo, mas foi isso que ela quis comunicar.

  8. Seria bom se a apple parasse de fazer comerciais e começasse a inovar de verdade, porque retirar portas e dificultar a manutenção dos produtos não é inovação nenhuma.

  9. Deveriam gastar menos em marketing e publicidade, e mais em produtos. O MacBook deveria vir com alguns recursos mais Pro, já que ele não pode ser modificado.

  10. GRITOOO com essa propaganda, tudo isso pra no final mostrar a “maravilhosa” touch bar, a Apple já fez melhor

  11. pena que é uma bosta, prefiro o meu Retina de 2015, não trocaria o meu por esse nem se fosse pra pagar a metade do preço.

  12. Esse MacBook Pro que de Pro não tem nada, é igual aquela criança chata e pentelha que ninguém gosta e a mãe ama, idolatra e acha uma gracinha.

  13. Entenda de um vez por todas que os dizeres daquele se foi com ele…

    “Não se trata de cultura pop, não se trata de enganar as pessoas nem convencê-los de que querem algo que não precisam. Nós averiguamos o que queremos. Acredito que somos muito bons pensando no que as pessoas vão querer também. É para isso que nos pagam. Nós só queremos fazer grandes produtos.”
    -Steve Jobs 

  14. Entendemos, que os dizeres daquele se foi com ele…

    “Não se trata de cultura pop, não se trata de enganar as pessoas nem convencê-los de que querem algo que não precisam. Nós averiguamos o que queremos. Acredito que somos muito bons pensando no que as pessoas vão querer também. É para isso que nos pagam. Nós só queremos fazer grandes produtos.”
    -Steve Jobs 

  15. É exagerado, mas o final é genial. O filme todo mostra a evolução da tecnologia numa linha do tempo (as lâmpadas estourando, ou quebrando paradigmas) e no final desta linha do tempo está o MacBook Pro com a touch bar e a pessoa controlando o estouro de uma lâmpada, ou seja, a Apple e o seu MacBook Pro é o que há de mais avançado, mas a Apple tem o controle da evolução, apenas ela quebra os paradigmas.

  16. Eles disseram que o macbook é uma ferramenta para construir o futuro.. e não é? Empresas de tecnologias estão cheias de mac.

  17. Na verdade os macs já foram uma ferramenta do futuro, hoje em dia são ferramentas do presente, sem muita perspectiva. Só pra constar, veja bem, eu absolutamente adoro Macs, possuou um retina 15 e não largo por nada, mas dizer que eles stão revolucionáaaarios como um dia já foram, hum… Não sei. Se o surface studio rodasse MacOS eu ficaria balançado pra comprar.

  18. Tem que lembrar que o “simples” é extremamente mais dificil. Infelizmente é algo que só víamos na era Jobs mesmo… A apple vem cada vez se complicando mais, desde a linha de produtos (que está uma bagunça) até o marketing e até mesmo as cores entre os dispositivos deles não estão em sincronia…

  19. Cara, eles colocaram o macbook no mesmo saco que o entendimento da lei da gravidade (viram a cena da maçã caindo na cabeça de newton?). Foi pretencioso demaaaaaaaaaaaais

  20. Parece que Apple e Microsoft trocaram de agências de propaganda… é o que parece depois de assistir este comercial e ao do Surface Studio!

  21. Não!
    Eles não dizem que a touch bar é uma grande idéia.
    Veja a frase no final.

    A Apple apresenta o MacBook como a ferramenta para todas as idéias que estão por vir. Ou seja, é a ferramenta para criar, e produzir novas idéias (e não que ele em si seja uma grande idéia).

    P.S.
    O que a Apple fez no VT foi tentar homenagear as grandes idéias do passado, dizendo que elas empurram o mundo à frente, e apresentar o MacBook como a ferramenta para gerar novas idéias. 😉

Deixe uma resposta