Saudades de 1998? A Microsoft está lançando o clássico “Paciência” para iOS e Android

Eu nunca fui um grande fã de Paciência, o ubíquo joguinho da Microsoft incluso em todas as edições do Windows desde 1990, mas me lembro de assistir a meu pai travar épicas batalhas com o baralho virtual num velho monitor CRT acoplado a um enorme PC bege com 64MB de RAM (spoiler: ele ainda faz isso, embora numa máquina um pouco melhor).

O fato é que meu pai agora poderá também exercer o seu hobby em qualquer lugar, já que a Microsoft está lançando Solitaire Collection para iOS e Android.


Ícone do app Microsoft Solitaire Collection

Microsoft Solitaire Collection

de Microsoft Corporation

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 4.3.1 (149.3 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Microsoft Solitaire CollectionScreenshot do app Microsoft Solitaire CollectionScreenshot do app Microsoft Solitaire CollectionScreenshot do app Microsoft Solitaire CollectionScreenshot do app Microsoft Solitaire Collection

O aplicativo, como em sua versão original para Windows 10, nada mais é do que a união de cinco joguinhos de cartas, alguns deles presentes ou não em diversas versões do Windows ao longo da história: além do clássico Paciência (aqui chamado de Klondike porque, bom, vivemos na era do estrangeirismo e ninguém se importa em regionalizar as coisas mesmo), temos também Spider, FreeCell, Tripeaks e Pyramid.

Há também uma série de desafios diários valendo moedas e integração com a Xbox Live para jogatinas em conjunto a amigos. Todos os títulos podem ser jogados livre e gratuitamente, mas com propagandas — a Microsoft oferece também a chamada Premium Edition, uma assinatura de US$2 por mês que remove a publicidade e dá o dobro de moedas na conclusão dos desafios diários.

Microsoft Solitaire Connection é compatível com iPads e iPhones/iPods touch rodando o iOS 8 ou superior e já está disponível gratuitamente na App Store. Mesmo não sendo fã do joguinho, eu já baixei pela inclusão de algo absolutamente essencial e nostálgico:

[via The Verge]

Posts relacionados

Comentários