Uso de drones e mapeamento de interiores seriam as próximas melhorias que a Apple trará ao seu sistema de Mapas

Apple Maps/Mapas em iPhones

Se existe um aplicativo da Apple que está bem atrás de seus competidores é o Mapas. É claro, não podemos negar que neste ano várias novidades e expansões chegaram a ele, mas ainda há muito o que melhorar. E, ao que parece, a Maçã está realmente se esforçando para melhorar seu serviço, conforme relatou a Bloomberg.

A publicação trouxe informações de que a Apple estaria planejando utilizar drones para mapear locais e atualizar informações presentes no aplicativo Mapas. Fontes afirmam que a empresa já estaria até reunindo uma equipe tanto de robótica quanto de coleta de dados para operar os drones, os quais conseguirão trabalhar muito mais rapidamente do que as minivans usadas pela empresa atualmente.

A Apple quer utilizar drones para fazer coisas como examinar placas de rua, monitorar mudanças em estradas e áreas em construção. Os dados coletados serão enviados para equipes da Apple que atualizariam rapidamente o aplicativo Mapas para fornecer novas informações aos usuários.

A gigante de Cupertino já entrou com um pedido na Federal Aviation Administration (FAA) para a utilização dos drones destinados a fins comerciais e teve aprovação para “coletar de dados, fotografar e gravar vídeos”. A permissão exige que o dispositivo seja operado por pilotos licenciados, apenas durante o dia.

Os relatos também contam que o aplicativo supostamente receberá o recurso de mapeamento de interiores (indoor mapping), graças à aquisição das empresas especializadas Indoor.io e WiFiSLAM. A função já existe há um certo tempo no Google Maps e permite que os usuários consultem plantas de lugares como shoppings, aeroportos, estádios, museus e diversos outros locais — inclusive com múltiplos andares.

Esta novidade possivelmente chegará ao app Mapas no ano que vem, junto de uma melhoria que virá para auxiliar motoristas na mudança de faixas enquanto dirigem.

E, enquanto essas novidades estão aparecendo, as expansões também continuam ocorrendo. Este mês, o recurso de condições de trânsito chegou — segundo noticiou o MacRumors — à Bulgária, à Eslováquia, à Eslovênia e a Gibraltar.

Posts relacionados

Comentários