Após novos testes, Consumer Reports passa a recomendar os MacBooks Pro lançados recentemente

Aconteceu o que todos imaginavam. Antes do veredito, porém, aqui vai uma breve explicação do que aconteceu para quem não acompanhou.

A Consumer Reports tradicionalmente faz testes com grandes lançamentos da Apple a fim de avaliá-los e fazer — ou não — a recomendação do produto para o seu público. Com os recém-lançado MacBook Pro, não foi diferente. Quer dizer, foi, já que depois de muito tempo a revista *não* recomendou a máquina por conta de discrepâncias enormes nos testes relacionados a bateria.

Desmonte do iFixit do novo MacBook Pro de 13" com Touch Bar

A discrepância foi tão grande que a Apple estranhou tudo e tratou de entrar em cena, solicitando algumas informações à CR para entender o que houve. Depois de trabalharem em conjunto, foi descoberto que os pesquisadores da CR ativaram um recurso que desabilita o cache do Safari e que tal função estava com um bug (já corrigido na versão 10.12.3 do macOS, que está em fase beta).

Como os testes foram influenciados pelo bug, a CR resolveu refazê-los. E hoje ela divulgou os novos resultados.

Com o software atualizado, os três MacBooks pro dos nossos laboratórios se saíram bem, com um modelo aguentando 18,75 horas com uma carga. Nós testamos cada modelo múltiplas vezes usando o novo software, seguindo o mesmo protocolo que usamos em centenas de notebooks todos os anos.

Por conta dos novos resultados em todos os três modelos lançados pela Apple — 15,75 horas (MBP de 13″ sem Touch Bar), 18,75 horas (MBP de 13″ com Touch Bar) e 17,25 horas (MBP de 15″ com Touch Bar) — as avaliações subiram e atingiram o nível de recomendação da CR.

Menos uma polêmica para a Apple — e, de quebra, para a CR.


MacBook Pro com Touch Bar

MacBook Pro

de Apple

Preço à vista: a partir de R$ 10.349,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 958,25
Lançamento: fim de 2016

Botão - Comprar agora

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários