Faturamento da App Store cresceu 60% em relação a 2015; Spotify e LINE estão entre os mais lucrativos

A Sensor Tower, firma de análise estatística do mundo dos aplicativos móveis, liberou recentemente o seu relatório retrospectivo em relação ao ano de 2016 e, a partir dele, podemos tirar algumas conclusões interessantes sobre o desempenho da App Store e do mundo móvel em geral, além de verificar devidas comparações entre a loja de aplicativos da Apple e o Google Play.

Publicidade

Retrospectiva do desempenho das lojas de aplicativos móveis em 2016 da SensorTower

O faturamento bruto da App Store, excluindo os jogos, subiu de US$3,4 bilhões no último trimestre de 2015 para impressionantes US$5,4 bilhões no mesmo período de 2016 — um crescimento de aproximadamente 60%. O Google Play, enquanto isso, viu uma taxa de crescimento ainda maior (foi um salto de 82% na comparação ano a ano), mas ainda está consideravelmente atrás da concorrente da Maçã: o faturamento no último trimestre foi de US$3,3 bilhões.

Retrospectiva do desempenho das lojas de aplicativos móveis em 2016 da SensorTower

Publicidade

Na lista de aplicativos mais lucrativos — novamente excluindo os jogos, que são basicamente hors concours — o Spotify emerge como campeão tanto na App Store quanto no ranking geral (o fato de ele nem aparecer entre os dez primeiros da lista do Google Play, por não utilizar a estrutura de pagamentos in-app do Google, é uma prova do quanto a influência da loja da Apple é determinante para o desempenho de um aplicativo).

O mensageiro LINE, muito popular em países da Ásia, conquistou o segundo lugar geral e o terceiro da App Store (atrás do Netflix), enquanto o aplicativo da mesma companhia LINE Manga, para leitura dos famigerados gibis japoneses, ficou no oitavo lugar da loja da Apple e no sétimo lugar no ranking geral — um bom aperitivo do poderio econômico dos mercados asiáticos.

Retrospectiva do desempenho das lojas de aplicativos móveis em 2016 da SensorTower

Publicidade

Apenas como curiosidade — já que estas figurinhas costumam manter-se as mesmas ano a ano —, a Sensor Tower também divulgou os aplicativos campeões de downloads em 2016. Enquanto o campeão geral (e do Google Play) foi o Facebook, na App Store quem tomou a coroa foi outro aplicativo do tio Zuckerberg, o Messenger. Outras caras familiares figuram nas três listas, como WhatsApp, Uber, YouTube, Instagram e Snapchat.

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…