Apple inexplicavelmente tira do ar página pela qual usuários verificavam se o Bloqueio de Ativação do iCloud está ligado em seus aparelhos [atualizado]

Há pouco mais de dois anos, a Apple colocou no ar uma página muito interessante, por onde qualquer pessoa poderia facilmente verificar se um iPad, iPhone, iPod touch ou Apple Watch estava com o Bloqueio de Ativação do iCloud ativado. O recurso, para quem não sabe, foi criado a fim de impedir que outra pessoa use o seu aparelho em caso de perda ou roubo.

Muitos usuários esquecem de desativar o Bloqueio de Ativação quando “zeram” o aparelho para vendê-lo, o que é um transtorno para quem compra (pois o dispositivo fica bloqueado, exigindo a senha do ID Apple atrelado para ser configurado novamente). Sem falar, é claro, em aparelhos roubados/perdidos que pessoas mal-intencionadas tentam vender por aí. Por essas e outras, essa página criada pela Apple era ótima para você entrar e verificar de uma forma simples se o aparelho estava ou não protegido pelo Bloqueio de Ativação.

Página fora do ar

Agora, sem mais nem menos, a Apple tirou a página do ar. A primeira coisa que passa pela nossa cabeça é que deve ser algo momentâneo e que em breve ela voltará ao ar, mas não parece ser o caso. Não há mais nenhuma referência a essa pagina no artigo de suporte da Maçã que falava sobre o assunto, indicando que a decisão é definitiva.

Fica, então, o mistério do porquê de retirar do ar uma página que era bastante útil para quem quer adquirir um dispositivo Apple usado. Veremos se a empresa se manifesta sobre isto, nos próximos dias…

[via 9to5Mac]

Atualização · 30/01/2017 às 19:41

O vídeo abaixo mostra uma forma de hackear um iPad ou iPhone com o Bloqueio de Ativação ativado.

Conforme podemos ver, apesar do grande esforço (envolve habilidade para abrir o iGadget sem danificá-lo e retirar o chip da placa-mãe), é possível utilizar uma ferramenta reparadora de sistema 64 bits para remover o Bloqueio de Ativação do dispositivo em questão.

O site para verificar se um aparelho está ou não bloqueado tem um papel importante nesse processo. É nele que os hackers escolhem e verificam se um novo numero de série está apto para ser roubado e utilizado no chip retirado do iGadget — só assistindo ao vídeo mesmo para “entender” como tudo funciona.

O vídeo pode explicar um problema que vem atingindo alguns usuários que tiveram iPhones (6s/6s Plus e 7/7 Plus) bloqueados repentinamente por estarem ligados a um outro ID Apple desconhecido. Ou seja, os números de séries desses iPhones podem muito bem ter sido usados nesse golpe — para resolver o problema, só mesmo entrando em contato com a Apple.

Pode ser que a Apple tenha retirado o site do ar por conta disso? Pode, é claro. Por outro lado, o vídeo está disponível no YouTube desde julho de 2016 — seis meses se passaram e apenas agora a Apple retirou o tal site do ar. Por enquanto, tudo não passa de especulação e vamos ter que aguardar uma explicação oficial — se é que ela vem.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários