A triste realidade: acionistas pedem mais diversidade na alta cúpula da Apple, mas empresa repugna a iniciativa

Todos nós sabemos bem o orgulho que a Apple tem em mostrar para o mundo inteiro como é uma companhia inclusiva, que emprega gente de todos os gêneros, etnias, religiões e preferências sexuais indistintamente e melhora seus índices de diversidade a cada ano. Porém, num duro golpe da fria e triste realidade do mundo, nós vemos que a utopia cupertiniana tem falhas graves quando analisamos a coisa com mais cuidado.

Lideranças da Apple

De acordo com esta reportagem do The Verge, as coisas definitivamente não são tão bonitas assim quando falamos dos cargos mais altos da Maçã, como aqueles que compõem a mesa diretora da empresa. Segundo a matéria, um grupo de acionistas da Apple — liderado pelo investidor Tony Maldonado — entrou com uma proposta formal para que a empresa “adote uma política de recrutamento acelerada para aumentar a diversidade da sua gerência sênior e mesa diretora”.

Caso a proposta fosse aprovada, a Apple teria que priorizar a diversidade na escolha de pessoas para ocupar seus mais altos cargos; apesar disso, a forma como esta iniciativa seria aplicada ficaria por conta da própria Maçã. Entretanto, nem precisamos ir tão longe: a proposta foi rechaçada pela própria empresa. A Apple enviou uma nota para os seus acionistas recomendando que eles votem contra a proposta, argumentando que já faz um trabalho significativo na promoção da diversidade dentro da empresa e “fez progressos importantes na tarefa de atrair mais mulheres e minorias sub-representadas”.

Maldonado, então, falou ao The Verge:

Algumas das desculpas dadas pela Apple e pelos outros é que não tem gente o suficiente para ser substituída, isso e aquilo. Desculpem o palavreado, mas isso é uma bobagem.

Esta não é a primeira vez que o investidor faz uma tentativa de promover diversidade aos cargos mais altos da Maçã: ele já enviou proposta semelhante em 2015, sendo igualmente repugnado — entretanto, Maldonado recebeu suporte de 5,1% da mesa de acionistas, o que permitiu que ele repetisse o pedido este ano. Agora, se quiser reiterar a iniciativa no ano que vem, terá que obter suporte de mais de 6% dos investidores.

Pessoalmente, eu digo: espero que ele consiga. Ninguém aqui está falando em forçar a contratação de mulheres ou indivíduos integrantes de minorias indistintamente — a ideia ainda é, obviamente, priorizar os maiores talentos para ocupar as principais cadeiras da Apple. O problema vai muito mais embaixo: por mais que tenhamos avançado como um todo nas últimas décadas, o preconceito ainda se esgueira de forma sutil no mundo corporativo, especialmente nas camadas mais altas.

O fato de a mesa diretora da Apple ser composta basicamente de homens brancos comprova isso — não que estas pessoas não sejam extremamente talentosas e aptas, mas já passou da hora de reconhecer que outros grupos também podem desempenhar papéis importantes com tanta destreza quanto, e devem ser considerados igualmente na hora de preencher um cargo importante. O objetivo é este: reconhecimento e oportunidade. A isso, eu diria, ninguém há de se opor.

Posts relacionados

Comentários

125 comments

  1. Acredito que a Apple se preocupa mais com resultados do que com essa frescura, se entregue por branco/preto/amarelo/indio/power ranger não interessa.

  2. Esse é o problema, a maioria das empresas esta preocupada com resultados, não ta nem ai pra cor, opção sexual e por vai do individuo. Esse exemplo, chega bem perto do que temos no Brasil com as cotas, onde acaba prejudicando mais o que se enquadra na cota e criando mais aversão entre o povo, que ajudando em sí.
    Sinceramente, acho legal tal iniciativa, mas ao mesmo tempo, tenho receio de como isso seria conduzido.

  3. A empresa deve priorizar a competência dos indivíduos e ponto final, não interessa se é azul, verde, amarelo. Essa porcaria de politicamente correto está ficando cada vez mais ridículo.

  4. Matéria patética. Ao priorizar promoções para cargos executivos por QUALQUER coisa fora a competência do candidato, aí sim seria preconceito.
    O autor “prova” que existe preconceito já que a mesa de diretores ser formada de homens brancos, mas nunca botou o pé dentro de um board meeting da Apple pra realmente entender a situação antes de escrever bobagem.

    Fácil apontar dedos e parecer um justiceiro de coração aberto.
    Não acho que ninguém entra no macmagazine para ler análises de problemas sociais de estudantes de arquitetura. Mas enfim….

  5. Não tem negros? Nem chineses? Tem ruivos? E os japoneses não são inteligentes o suficiente? Arranje um lugar para cada um deles!.. para os latinos, para índios também e não esqueçam dos mongóis, extra terrestre também pode?… mas acima de tudo, uma vaga para os retardados que esqueceram que uma empresa não se faz com pele, mas sim com cérebros!

  6. E vai falar que eles estão errados? Cargos desse nível devem ser decididos por capacidade, não tem espaço pra cota. Se é homem/mulher, branco/negro, não importa, o mais capaz tem que levar. Infelizmente isso é uma realidade histórica, vai levar tempo até termos capacitação em todos os níveis, mas culpar a Apple por isso ou forçar uma postura é exagero.

  7. Mac magazine, pifaram nesta materia ein???

    Qual o intuito desse artigo??? as pessoas que a apple contratou, são extremamente bem qualificadas…. quem poderia substituir toda a cristividade de JON IVE???

    Tipo de matéria sem pé nem cabeça, a apple sempre valorizou as mais capazes e inovadores, então que se apresentem os tais habilidosos que faltam na mesa diretora….

  8. Infelizmente nem os sites de tecnologia estão evitado a panaceia do politicamente correto e a gritaria histérica por cotas. Já havia lido essa matéria no The Verge, que assim como muitos folks no Vale do Silício tem esquecido da tecnologia e politizado cada vez mais os assuntos. Competência e políticas de uma empresa na escolhas de seus funcionários e quadro técnico não deve ser pautado por cotas/cor/raça/sexo/opção sexual, etc. Creio que a Apple já faz isso, é só olhar. A choradeira do politicamente correto é o que não tem fim e limites, a que pena que chegou ao MacMagazine, um site especializado em tecnologia, especialmente da Apple, que deveria focar naquilo que realmente interessa, gadgets, idevices, produtos Apple e concorrência. Já temos mimimi e choradeira leite com pera nos diversos tabloids e pasquins, mantenham o foco em tecnologia. Os leitores agradecem!

  9. Pessoal, por favor, atenham-se ao tema sem ataques ou grosseiras. A opinião de um autor do blog nunca, nem de longe, irá representar a opinião do site como um todo. O MacMagazine não tem um posicionamento único, somos um conjunto de cabeças pensantes e (bem) diferentes. Usem e abusem deste espaço com respeito. Obrigado.

  10. Não considero ser uma triste realidade. É uma empresa privada, que visa lucro, não é um órgão público. E mesmo que fosse, acho que é mais importante deixar no comando pessoas qualificadas. Colocar como gestores pessoas apenas pela cor, credo, raça, etc é uma tremenda falácia.

  11. Acredito que já deu pra ter um feedback dessa matéria. A maioria dos leitores não está interessado nessa abordagem. Menos política, principalmente com esse teor nada sutil esquerdista. Estamos interessados nos produtos e nos serviços da Empresa, não em quem dorme com quem, ou de que cor eram seus pais.

  12. Ótimo post, este é sim um problema, não somente na Apple.
    Mas chega a ser triste a quantidade de comentário que beira ao preconceito, é inacreditável.
    Não concordar, você pode não concordar agora deixar claro que a pessoa só não tem as mesmas oportunidades porque ela não tem capacidade independente da cor, do gênero, do sexo, da idade ou mesmo da aparência, como se todos tivessem essas mesmas oportunidades, ainda mais nos EUA é de um mal caratismo sem tamanho.
    Façam um favor a humanidade e pensem antes de saírem por ai defendendo esse preconceito enraizado e disfarçado de opinião.

  13. Apple tem que ter os melhores. Não importa a quantidade de melanina na pele ou a genitália entre as pernas. Isso é simples.

  14. Acho que ficou claro que o pessoal quer menos opinião política e mais matéria sobre tecnologia.
    De blogs políticos e SJW o mundo está cheio. Quando a gente vem pra cá, espera ler sobre tecnologia, sem muita opinião política.

  15. Sim, esse é o problema. Há pessoas qualificadas em todas as minorias, mas eles só contratam brancos e, na maioria homens, não porque são mais qualificados, mas porque são brancos e homens.

  16. Discordo, política faz parte da nossa vida em sociedade e o tema, além de controverso e polêmico, é atual e interessante.

  17. Cara eu até entendo. Mas fazer isso no pilar da Maçã. Nos Presidentes e Vices que possui longas histórias na empresa… Eu concordo em aumentar a diversidade com talentos de diversas etnias, nacionalidades nos baixos cargos ao “quase topo” (não sei um termo certo para esses cargos. Serve “Médio” ou “Topo Médio”?!). A partir daí, só o tempo dirá quais deles merecem realmente estar na alta cúpula no futuro.

  18. Será que esses monte de comentários tá realmente entrando na questão ou só replicando discurso de ódio? Duvido muito que um acionistas sugira algo que vá prejudicar a empresa e seu próprio dinheiro.

    As questões são outras. Será que um negro homessexual e um branco heterossexual, IGUALMENTE QUALIFICADOS, são igualmente avaliados? Ou a cabeça do headhunter não se preocupa com “será que ele é mesmo bom, mesmo sendo diferente dos demais que já estão aqui”, o que torna o acesso ao alto escalão mais fácil para quem é semelhante aos lá presentes?

    Vocês acham mesmo que homens e mulheres IGUALMENTE QUALIFICADOS competem em pé de igualdade por uma mesma vaga? Ou que alguém que representa uma minoria, seja ela de cor, gênero ou preferência sexual não precisa ser MUITO MAIS QUALIFICADA para ter a mesma chance?

    É uma questão de cultura organizacional. Tende a ser chamado para fazer parte de um grupo (diretivo, no caso) pessoas que se parecem com quem já está por lá. E essa questão de ser parecido não se dá apenas por capacidade mas, infelizmente, também por cor e gênero, tanto é que para o Tim Cook chegar onde chegou, certamente precisou suar muito mais do que os demais por conta de suas características que não influenciam seu desempenho profissional.

  19. Não tenho problema nenhum com você discordar, de verdade. A intenção do meu comentário foi reforçar o que os outros colegas disseram.
    A notícia existe e está aí para ser repassada. O que eu acredito ter desagradado foi, na verdade, o tom de opinião política e SJW expresso ao fim do texto, não a comunicação da notícia.

  20. Eu ja leio muitos sites de politica, e quando entro num site de tecnologia, obviamente quero ler sobre tecnologia e nao sobre mimimi esquerdista. Trata-se de foco, deixe politica para sites que realmente entendem do assunto.

  21. Legal. Não sabia que tinha gente que participava da board meeting da Apple aqui nos fóruns. Conte-me mais de como você conhece todos os candidatos e qualificações e como a Apple contrata baseado em cor e sexo.

  22. A Apple é preconceituosa desde o seu nascimento. Se vocês analisarem a história dela, a empresa escolheu apenas homens brancos heterossexuais cisgênerx para serem xs fundadorxs da Apple. Lamentável esse preconceito.

  23. Sugestão ao blogueiro: no MacRumors o administrador tem um área ligada a política. Daí ele posta e depois pode ocultar ao manter a discussão apenas no fórum, algo que seria muito bom de ser implementado aqui também, uma integração do blog com o fórum.

  24. Acho ridículo esse pensamento, porque ao invés de avaliar as pessoas de forma igualitária, irão criar um método de avaliação com base em gênero e etnia, negros competindo com negros, homens brancos com homens brancos e assim por diante. É assim que querem a igualdade?

  25. No MacRumors o administrador tem um área ligada a política. Daí ele posta e depois pode ocultar no site principal ao manter a discussão apenas no fórum. Ao menos posts de política talvez pudessem ter o fórum integrado como sistema de comentário para facilitar esse procedimento.

  26. Affff….. total falta do que fazer…. isso é sinal de que está mesmo sobrando tempo e dinheiro pra esses caras

  27. Veja que há um paradoxo no discurso, por promover uma igualdade por meio de uma desigualdade. Os fins justificam os meios?

    O critério de seleção dos altos executivos em uma corporação deve ser estritamente tecnicista, e aí não importa mais se é branco, negro, amarelo, pardo, judeu, muçulmano, cisgênero, transgênero etc. Não adianta cobrar inclusão dessa forma!

    O mecanismo de recrutamento de minorias subrepresentadas é que vale, nesse ponto. Veja que as pessoas são recrutadas nos níveis mais básicos da pirâmide e devem galgar posições mais gerenciais por esforço próprio.

    Lembrem-se que a meritocracia (não a que banalizaram com os discursos políticos) é critério de ascensão quando se fala sobre administração privada. É dar reconhecimento aos funcionários para que eles se sintam mais motivados a produzir e crescer na empresa. Não há espaço aqui para discursos democráticos ou de representatividade, o objetivo é um só: lucro.

    Uma análise econômica da composição estrutural da Apple faria mais sentido, tratando sobre os incentivos que movem os funcionários e como eles devem ou podem ser reformulados a fim de promover maior diversidade sem prejudicar o lucro.

    Muito embora ações inclusivas obtenham um retorno imediato por meio do marketing social, acredito que o resultado mediato seja devastador. Decisões não podem ser tomadas assim.

    Sugiro um livro excelente: Democracia, o Deus que falhou, de Hans-Herman Hoppe.

  28. Vc tem como provar isso? Que a Apple está discriminando pessoas com a mesma competência em função da cor? Se vc não tem como provar só resta achismo e mimimi.

  29. O que mais incomoda não é falar de política, mas sim esse ar de politicamente correto que tenta se impor até sobre o limite do razoável.

  30. Detesto essas chamadas que já começam com adjetivos: “A TRISTE Realidade…”. Deixe o leitor concluir por si só ao final do texto se a tal realidade é de fato triste, feliz, inócua ou que quer que seja.

  31. Já que as pessoas são IGUALMENTE QUALIFICADAS, por que elas não abrem a própria empresa e não sobem na vida? Se alguém fizer isso, inclusive segundo a sua teoria, essa nova empresa seria formada só por pessoas de classes minoritárias (afinal, os novos cabeças teriam que se parecer com os antecessores). Vamos ver se vai dar certo. Se der, sua teoria fracassa, pois apenas a habilidade das pessoas terá gerado o mérito. Se não der certo, sua teoria também fracassa…

    PS: estou esperando chegar o livro do Tim Cook contando toda essa história de suar muito mais que os outros para chegar onde chegou.

  32. Você já estudou cultura organizacional? Autores como Le Bon, Schien, Fleury e Hofstede?
    Não estou “acusando” ninguém, estou falando sobre como funciona a entrada de novos membros em um grupo (seja grupo social ou empresa), e que acaba por refletir na imagem que ilustra o artigo, ou todos os membros de um grupo seleto são extremamente parecidos. Não acho que argumentar com embasamento seja mero achismo e mimimi.

  33. Eu concordaria 100% se aqui fosse um espaço jornalístico, almejando passar a informação com o máximo de imparcialidade possível. Mas aqui é justamente o contrário: somos totalmente parciais e opinativos em praticamente todos os artigos. Isso não quer dizer que todos os autores concordam e/ou o MacMagazine possui algum tipo de direcionamento na parcialidade/opinião em questão — aí vai mesmo de cada um.

  34. Você sabe que o que faz um fundador/empreendedor ter sucesso é bem diferente do que faz um diretor ser competente ou um gestor ser respeitado, certo?
    E fica tranquilo que eu não criei teoria nenhuma, não. Estou só lendo uma matéria e dando minha opinião, não escrevendo uma tese de mestrado 😉

  35. Se sou dono de uma empresa, busco o lucro e busco os melhores produtos e os melhores ao meu lado (Diretoria):

    1º Caso:
    O 100% melhor é branco heterosexual. O 90% melhor é negro. O 80% é mulher, branca.
    Me desculpe, o meu escolhido será o 100% melhor!!!

    2º Caso:
    O 100% é mulher, homosexual, negra, acima do peso. O 90% é indiano. O 80% melhor é branco, atlético, cabelos loiros.
    Me desculpe, o meu escolhido será o 100% melhor!!

    Na minha equipe onde trabalho, o melhor salário é de um negro por sua competência. Almoçamos juntos todos os dias e conversamos sobre todos os tipos de assunto e isso nada afeta em nossa amizade

    Precisamos parar de procurar pelo em ovo, próximo…

  36. “O fato de a mesa diretora da Apple ser composta basicamente de homens brancos comprova isso — “.
    Não, não comprova.

  37. respeito sua opinião, mas ela é descartável.
    a questão aqui é estrutural, não é caso a caso.
    mesmo se fosse, o que se observa no seu segundo caso aí (estatisticamente, no geral, nao na empresa A ou B) é que a mulher precisaria ser 120%, o indiano 110%, etc para conquistar a bendita vaga.

  38. Ahh é descartável né?!
    O que dizer sobre o indiano na microsoft?!
    Ele foi escolhido, por ser indiano ou por ser competente?!

  39. É um apelido de fácil pronuncia na língua inglesa. Quando morei nos EUA um espanhol chamado Eduardo também era chamado assim. Me chamavam de “Henrikay” pois não conseguiam pronunciar meu nome. Para que tá feio…

  40. Rafael atenham-se a tecnologia por favor. Admiro o trabalho de vocês e não quero que percam o propósito, como aconteceu com o Catraca Livre. (Que era para falar de programas culturais gratuitos e acabou virando uma página política.)

  41. Se você fala que tá feio, quem sou eu pra discordar? Ainda mais ao falar de um país que trata tão bem seus imigrantes, como os EUA.

  42. Que embasamento? Você tem alguma prova que ouve discriminação nas escolhas da apple? Se não tem, continua puro achismo.

  43. Se você fosse tão qualificado quanto seu patrão, você iria aceitar ser seu funcionário o resto da vida enquanto almeja o seu cargo, ou você iria mostrar uma banana para ele e abriria seu próprio negócio onde você teria o cargo dele? Não se esqueça, você tem que ter certeza que é tão qualificado quanto ele.
    PS: nesse sentido, a palavra qualificado abrange todas as qualidades quanto forem necessárias para o sucesso.

  44. Cultura de grupo. Não é algo que eu inventei, é um tema de grandes e longos estudos na comunicação organizacional, psicologia e administração.

  45. A opinião do autor já está expressa no texto, principalmente nos últimos parágrafos. Como leitor, posso concordar ou não com tal opinião, e até aí nada demais.

    O que me incomoda é a chamada… Se a opinião já está absolutamente expressa no texto, precisa realmente ser afirmada logo de cara? Me soa bastante redundante e um tanto sensacionalista.

  46. “A triste realidade” é que isso é uma opinião. Veja, não há falhas nos argumentos da Apple, se algum indígena genial conseguir dobrar o preço e a vendas dos iPhones, tenho certeza que será recebido de braços abertos pela cúpula da Apple. A Apple já associou a sua imagem ao Dr. Dre, pq não associaria a um diretor executivo? Isso não faz sentido. O que faz sentido é que a Apple é uma empresa, e ela visa lucro, e o Dr. Dre é dinheiro ambulante.

    Deveria ter uma tag de “Opinião” nesse post. Isso resolveria a discussão.

  47. Claro, pode discordar sobre isso a vontade. O autor do texto vai ler o seu comentário e vai levar a sua opinião em consideração, como feedback.

    Redundante? Diria que sim. manipuladora e sensacionalista? Aí eu já discordo bem…

  48. E a matéria cumpriu seu objetivo: muita polêmica, comentários e clicks, revertifos em propaganda e dinheiro para o MacMagazine.
    Viva o capitalismo opressor.

  49. Tratam muito bem tanto é que em maio estarei de volta para um casamento e olha que é interior de Ohio. Não é Miami ou Los Angeles. A diferença está entre um imigrante LEGAL e um ILEGAL.

  50. Se você acha que diversidade é “mimimi esquerdista”, os muitos sites de política que você lê não estão te ensinando nada.

  51. Não deveria ser assim: homens brancos dizem defender a meritocracia, mas, na hora “h”, não é bem assim.

  52. Acreditou errado, então. O MacMagazine é há anos construído em uma base opinativa e colaborativa, e se ele é o que é hoje, é porque seguimos esse caminho. Quem quiser uma (tentativa de) narrativa nua e crua de fatos, que vá para os “veículos da grande mídia”. Tem de monte por aí.

  53. Pura suposição. Sou empresário, nunca levei em consideração algo nesse sentido, e tenho certeza que qualquer empresa sensata vai fazer o mesmo.

  54. Honestamente, não acho que exigir que se contrate mulheres, ou pessoas com X ou Y característica promova de fato a justiça.
    Tenho exemplo dentro e fora de casa, que mulher pode sim ocupar grandes e importantes cargos, conheço muitas mulheres que sozinha coloca uma duzia de homem no bolso, seja na habilidade que for.
    No mundo da moda por ex, um mercado que movimenta bilhões, os maiores cargos normalmente são ocupados por mulheres, homonexuais….. dentre outras características e ninguém vem pedir para colocar no comando outra pessoa.
    O que é necessário mesmo encher o saco é com relação a educação, quando se tem qualificação, talento e competência, duvido muito que uma ou outra característica vá impedir essa pessoa de ser bem sucedida.

  55. O board da Apple é o topo da carreira de um profissional, não tente resolver um problema de inclusão e diversidade mexendo no topo, cobre daqueles que podem resolver na base, coisa que a Apple já faz e muito bem, aliás.

  56. infelizmente esse é o mundo que vivemos hoje… as pessoas tem um tipo de vazio dentro delas que fazem elas acreditarem que forçar uma bizarrice dessas vai elevar o seu status social e purificar sua alma e consciência. Daqui a pouco vai ter vagão de trem só pra negro, fila exclusiva pra transexual, atendimento médico priorizado por etnia, enfim, vamos fazer um apartheid pra garantir igualdade!! o_O

  57. Não é uma tática de manipulação de opiniões alheias?

    Eu começo meu texto com o seguinte título: “O TRISTE/TRÁGICO/CATASTRÓFICO X-Do-Que-Quer-Que-Seja”.

    Eu estou convidando o leitor a uma leitura IMPARCIAL do meu texto ou, por outro lado, estou tentando convencer a maioria dos leitores a concordar com a minha adjetivação inicial?

    …E ai daquele que achar/comentar que, na realidade, meu texto não abrangia nenhum fato realmente trágico ou triste.

  58. Sou negro e critiquei o texto. Desnecessário, enviesado e cheio do politicamente correto. Nenhuma empresa deve pautar suas políticas em raça, cor, sexo, credo, minorias, etc, mas sim em competência e acho que a grande competência dos editores e redatores da MacMagazine é tecnologia. Política, mimimi politicamente correto e ideologias de gênero devem ficar para tabloids e pasquins, tem muitos por ai. site de tecnologia devem focar em tecnologia.

  59. Bruno.
    Parabéns pela matéria, independente de ideologias, por vezes precisamos colocar alguns assuntos para refletirmos e nos posicionarmos democraticamente.

  60. Obrigado! Concordo plenamente que a política transcende todos os tópicos — ela está, afinal, em todo lugar. É absolutamente compreensível (e desejável) que alguns discordem de minhas visões; incompreensível, para mim, é fechar os ouvidos a qualquer opinião dissonante e se revoltar que um blog sobre tecnologia traga algumas reflexões externas ao nosso assunto principal.

  61. Poderiam postar uma foto dos “cabeças” da MacMagazine pra gente tomar como referência de “empresa” que preza pela diversidade?

  62. “Inútil”, “pra que?”, “não serve pra nada”, “mundo chato”.

    Dá um google aí: diversity research business.

    Aí entende como é, na verdade, melhor pra empresa em todos os sentidos.

  63. Quanta imbecilidade do Site! Vão acabar perdendo um Patron se continuarem a falar em política e esquecerem a tecnologia! A empresa tem q contratar quem é competente, independente da raça/ opção sexual!

  64. Concordo.
    Apenas não colocaria que o objetivo é um só: lucro.
    A Apple tem sua Missão, Valores e Visão, que vão além de gerar resultados.

  65. “Cultura de grupo”, “estudo de comunicação”, continua não provando absolutamente nada em relação a apple, apenas achismos. O objetivo numero um de qualquer empresa é lucrar, se não lucrar vai a falência, logo ela sempre vai querer os melhores canditados para fazer os melhores produtos e assim vender/lucrar mais, é assim que funciona o mundo corporativo, o resto é vitimismo e mimimi.

  66. São estudos empresariais envolvidos na área da comunicação. Perceba que em nenhum momento falei que é errado ou certo a Apple contratar somente gente como da foto. Apenas me ative à fatos.
    Só melhora o argumento de que ” é assim que funciona, o resto é vitimismo e mimimi”. Debater assim nem tem graça.

  67. Mas os fatos são esses, se não te agrada como as coisas funcionam no MUNDO REAL e não nos livros que você lê, não tenho o que fazer.

  68. Você leu o que eu escrevi ou só discordo sem ler? Tudo que eu falei é que o mundo corporativo funciona EXATAMENTE como nos livros que, felizmente, estudei antes de tentar argumentar sem pensar. E em nenhum momento falei que isso é bom ou ruim. De onde vem toda essa sua agressividade pra provar algo?

  69. Não adianta explicar, desenhar ou o que for. Essa galera do politicamente correto só enxerga o que quer…

    “Infelizmente nos comentários só vemos homens brancos”… aff

    Preguiça…

  70. Era só o que faltava, cotas dentro de uma empresa privada fazendo-a ter que priorizar a cor das pessoas e com quem elas dormem do que realmente o que importa…

  71. Muito pelo contrario. Eu leio qualquer site que não tem apoio/propaganda do governo, mas pelo jeito, você so lê os que tem apoio do Estado, certo? Meritocracia, já chegou a verificar pra que serve? Graças a esses sites, identifico facilmente um mimimi esquerdista , isentão, esquerdopatas, petralhas e afins, onde é so jogar uma carteira de trabalho que não sobra nenhum.

  72. Ele é centro esquerda, da social democracia fabiana e faz parte do mesmo ORCRIM do pt, pmdb, pp. Leia mais e você vai entender que eles estão todos do mesmo lado. Minha posição é do lado do povo, você pode trancar todos na prisão e jogar a chave fora.

  73. Então porque não foca no que vocês entendem, que é tecnologia? Texto com viés ideológico existe aos montes por aí e não combina com site de tecnologia.

  74. Sou asiático e não existe asiático na diretoria da Apple, que absurdo! Só que não, reconheço o mérito deles e não sou invejoso, e nem desejo cotas para asiáticos. E para seu conhecimento, a maioria dos brasileiros é mestiço… logo se isso se aplica a internet, dificilmente será de maioria branca.

Deixe uma resposta