Conceito: e se a Touch Bar em um futuro MacBook Pro se estender e formar um touchpad gigante?

Quando a Apple lançou o novo MacBook Pro alguns questionaram a nomenclatura do computador, alegando que as características “Pro” dele haviam sumido. Se você tivesse a oportunidade de imaginar o que seria um computador mais para uso profissional, o que melhoraria na linha que temos hoje (desconsiderando o número de portas)?

Daniel Brunsteiner, designer industrial americano, publicou no Behance um conceito do que, para ele, seria uma opção interessante para um “MacBook Pro 2018”.

Conceito MacBook Pro 2018 Daniel

E se a Touch Bar no novo MacBook Pro se estendesse e formasse um touchpad gigante? Esta pergunta foi o que norteou este conceito. Assim, ele permitiria um grande número de novas funções, enquanto ainda manteria a ideia principal da Touch Bar do MacBook Pro de 2016, servindo como atalhos e funções macro.

Com um touchpad tomando todo o espaço do teclado, haveria lugar suficiente para profissionais trabalharem com o Apple Pencil diretamente de seu computador.

Conceito MacBook Pro 2018 Daniel

Permitir que o Apple Pencil seja compatível com o novo MacBook Pro ajudaria profissionais criativos em seu fluxo de trabalho e criaria novos aplicativos para a área do touchpad. Usar o novo MacBook Pro com softwares de terceiros como o Adobe Photoshop ou o Autodesk SketchBook o tornaria mais poderoso do que nunca.

O teclado, como foi possível ver até aqui, seria completamente sensível ao toque, o que para uns pode tornar a experiência um pouco frustrante. Então, a fim de melhorar isto, o teclado seria composto pela tecnologia Taptic Engine, ou seja, ele daria respostas táteis quando tocado. Além disso, essa tecnologia também ajudaria aqueles com baixa ou nenhuma visão, já que seria possível simular o Braille e dar feedback para “ler a tela” como já acontece nos iPhones.

Com certeza, o conceito é bastante diferente e muitos ainda precisariam se acostumar a viver sem um teclado físico — e, penso eu, a Apple seria bem capaz de vender um teclado supimpa à parte para quem quisesse as teclas físicas (alguém duvida?).

De qualquer maneira, conceito é conceito — deixemos a imaginação fluir. E você, o que gostaria de ver no próximo MacBook Pro?

[dica do Henrique Félix]

Posts relacionados

Comentários