TITAN Xp, nova (e poderosíssima) placa gráfica da NVIDIA baseada na arquitetura Pascal, é compatível com Macs [atualizado: drivers]

Creio não ser novidade para nenhum de nós aqui que, já há algum tempo, a Apple resolveu deixar de lado os usuários mais avançados de Macs para priorizar o público casual, que não se importa em fazer upgrades nas suas máquinas ou fica contente em simplesmente trocar de computador a cada dois-três anos para desfrutar sempre das mais recentes conquistas tecnológicas — a própria Maçã admitiu isso e prometeu voltar a dar atenção a esta parcela mais, digamos, exigente dos seus consumidores.

O fato é: se você encaixa-se neste relegado grupo, esta novidade da NVIDIA certamente vai lhe agradar bastante. Digo isso porque a célebre fabricante de soluções gráficas anunciou hoje a sua mais potente placa de vídeo já produzida, a TITAN Xp, e — pela primeira vez num produto baseado na arquitetura Pascal — esta belezinha será compatível com Macs.

Nvidia Titan Xp

A TITAN Xp é o mais recente — e mais poderoso — produto da série GTX 10, e, se você está interessado em números, traz absurdos 12GB de memória GDDR5X rodando a 11,4Gbps e 3.840 núcleos CUDA rodando a 1,6GHz. No todo, isso faz esta verdadeira fábrica de processamento gráfico ser capaz de gerar 12 teraflops de “força bruta”, como afirma a própria fabricante. Resumindo… é, não há nada igual no mundo, ao menos para o mercado de consumidores finais.

Para os usuários de Mac, isto representa uma bem-vinda adição nas possibilidades. Apesar de a plataforma notadamente ser conhecida como aquela onde os gamers vão para morrer, o catálogo de jogos para os computadores da Maçã têm crescido bastante nos últimos tempos; isso sem falar, é claro, das inúmeras outras aplicações que uma placa gráfica poderosíssima pode ajudar. Profissionais que trabalham com produção 3D complexa, edição de vídeo, design gráfico e muitas outras áreas certamente se beneficiarão da novidade.

Aliás, como uma nota relacionada, é bom notar também que a NVIDIA anunciou que, em breve, todas as placas baseadas na arquitetura Pascal no catálogo da empresa — inclusive as já existentes — serão compatíveis com Macs, através de atualizações de drivers.

Voltando: se você me perguntar, entretanto, como os usuários de Mac poderão aproveitar a TITAN Xp — considerando principalmente que a Apple já há algum tempo limou a NVIDIA da sua lista de parceiras e só emprega placas AMD discretas nos seus computadores —, eu vejo algumas soluções. Se você ainda tem um Mac Pro “ralador de queijo”, é rápido e fácil instalar a nova placa na máquina; a Maçã inclusive já prometeu que a próxima geração do computador voltará a ter esta modularidade, então aguardemos ansiosos. E, caso você seja dono de um MacBook [Pro] ou outro Mac “não-modular”, basta usar uma gaveta externa para GPU, como a Razer Core.

Obviamente eu ainda não cheguei à parte mais dolorosa, que é o preço da TITAN Xp. Para levar esta belezinha para casa, é necessário desembolsar US$1.200 na loja online da NVIDIA nos Estados Unidos — mais que alguns Macs por aí. Caso este não seja um problema para você e os números acima tenham o feito lacrimejar, a placa já está disponível para venda. Seja feliz.

[via 9to5Mac]

Atualização · 11/04/2017 às 14:51

Se os US$1.200 cobrados pela TITAN Xp estão um pouco acima do seu orçamento, pode comemorar. Como prometido, a NVIDIA liberou hoje um driver que compatibiliza todas as placas de vídeo da Série 10 da empresa com o Mac. Ou seja, a partir de agora, você já pode usufruir da celebrada arquitetura Pascal no seu computador da Maçã usando uma peça que, talvez, já tenha até em casa acoplada a um PC ou coisa do tipo — basta que você tenha um Mac Pro “ralador de queijo”, uma gaveta para GPU ou, claro, um Hackintosh.

As placas agora compatíveis com o Mac são as que seguem:

  • GTX 1050
  • GTX 1060
  • GTX 1070
  • GTX 1080
  • GTX 1080 Ti
  • GTX TITAN Xp

Você pode baixar o driver para as placas da Série 10 da NVIDIA neste link [PKG]. O arquivo é o mesmo para qualquer um dos modelos acima, e basta instalá-lo no macOS para ter acesso ao poderio gráfico das placas mais potentes da empresa. Aproveite!

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários