Conceito imagina um novo Mac Pro com Touch Bar embutida e foco na modularidade

Conceito do novo Mac Pro e Cinema Display
Conceito do novo Mac Pro e Cinema Display

Na semana passada, a Apple finalmente abriu o jogo e — num movimento extremamente inusitado para a empresa — confirmou que irá resgatar as origens do Mac Pro com um novo modelo novamente focado na modularidade, como era o original (carinhosamente apelidado de “ralador de queijo”) que conquistou hordas profissionais no mundo inteiro ao longo da última década.

Uma questão, entretanto, permanece: qual será a cara deste novo Mac Pro? O design cilíndrico do modelo atual é inegavelmente bem sexy, mas parte do problema que fez esta iteração ser considerada uma carta fora do baralho nos setups de designers, editores de vídeo, arquitetos, engenheiros e demais profissionais — ou seja, por não ser modular o suficiente, é improvável que ele continue na próxima geração. Por outro lado, eu não vejo a Apple retomando o design da geração anterior; é até possível que alguns elementos dela sejam trazidos de volta, mas uma cópia fiel… extremamente improvável.

Considerando tudo isto, os alemães da Curved.de imaginaram um conceito para o futuro Mac Pro e, pessoalmente, eu penso que o resultado ficou bastante interessante.

Tomando como referência o design do “ralador de queijo” e também uma boa dose do atual Mac mini, o conceito traz como ideia central dois painéis laterais que giram levemente em torno de um eixo, revelando espaços para os principais componentes internos. Segundo esta ideia, seria possível facilmente trocar ou adicionar placas de vídeo, unidades de armazenamento e RAM (há dois slots para os dois primeiros e quatro para memória).

Na parte traseira da máquina, foi imaginada uma quantidade e variedade de portas para nenhum profissional botar defeito — um lembrete bastante duro de que estamos falando apenas de um conceito e não da Apple de verdade. Temos lá várias portas USB-A e USB-C (Thunderbolt), LAN, HDMI, FireWire e mais, todas iluminadas por LEDs, como na geração atual. A traseira também guarda o botão para destravar os painéis laterais.

À frente, temos uma entrada para cartões SD e a única ideia que eu considero extremamente inapropriada neste conceito: os designers incluíram uma Touch Bar vertical ocupando boa parte da face frontal da máquina, incluindo um leitor Touch ID. Vocês já podem imaginar as razões para o insucesso desta ideia: ela pressupõe que todos os donos deste Mac Pro posicionariam o computador em cima da mesa, ao lado do monitor e a um braço de distância — o que certamente não é a realidade de muitos. Além disso, a Touch Bar deve ter, como a própria Apple já especificou, como característica principal a continuidade em relação ao software que está sendo exibido na tela principal, o que se perde totalmente aqui. Não, não ficou legal — muito mais interessante é a ideia de um novo Magic Keyboard com Touch Bar.

Adicionalmente, os designers imaginaram ainda um novo Cinema Display — também prometido pela Maçã — para acompanhar o Mac Pro. Apesar de o design totalmente sem bordas ter ficado admitidamente bem interessante, as portas bem no centro da traseira na realidade seriam um pesadelo de usabilidade — sem falar na base que torna a distribuição de peso um pesadelo e certamente faria seu painel de milhares de dólares tombar para a frente com qualquer ajuste.

Obviamente, é bom notar que, como em todo conceito, limitações de engenharia não foram levadas em conta aqui — apenas a imaginação dos designers foi o limite, portanto, é possível que estejamos falando de soluções fisicamente impossíveis ou impraticáveis se postas no mundo real. Ainda assim, é bom imaginar, não é mesmo?

[via iDownloadBlog]

Posts relacionados

Comentários