Apple estaria trabalhando em um sensor de monitoramento de glicose para o Apple Watch

Como uma empresa de tecnologia (que desenvolve computadores, smartphones e tablets) pode se transformar em uma grande protagonista na área de saúde? Sabemos que, desde o início, a Apple tem em seu DNA uma vontade de melhorar a qualidade de vida de usuários. Entretanto, a empresa nunca se envolveu tanto com saúde quanto tem feito nos últimos anos. Desta vez, a CNBC revelou que a gigante de Cupertino estaria desenvolvendo uma maneira de monitorar a diabetes com o Apple Watchum rumor nada novo, diga-se.

Publicidade

A iniciativa teria como principal meta monitorar os níveis de açúcar no sangue de maneira “contínua e não-invasiva”, isto é, sem a necessidade de perfurar a pele do paciente. Para isso, eles utilizariam um sensor que mediria o nível de glicose através de uma luz brilhante que ultrapassaria a pele. Três fontes anônimas relatam que uma pequena equipe de engenheiros biomédicos estaria trabalhando em um escritório em Palo Alto, na Califórnia. Além disso, a pesquisa estaria em fase avançada ao ponto de já estarem conduzindo testes de viabilidade, assim como recebendo ajuda para regulamentar o sensor.

Se de fato essa criação vir à tona, seria um passo bastante importante não só para a Apple como também para a comunidade médica como um todo; John L. Smith, especialista na área, chegou a afirmar que detectar precisamente os níveis de glicose no sangue é o desafio técnico mais difícil que ele encontrou em sua carreira.

Esta nobre iniciativa teria sido primeiro pensada pelo próprio Steve Jobs, que “imaginava os dispositivos vestíveis, como os smartwatches, sendo usados para monitorar coisas importantes, tais como níveis de oxigênio, frequência cardíaca e nível de glicose no sangue”. Como já contamos aqui, Jobs tinha uma grande desejo de melhorar o sistema de saúde através da tecnologia.

Publicidade

Por enquanto, estamos ainda no campo dos rumores; entretanto, esse sensor definitivamente ajudaria muitas pessoas que sofrem com essa doença durante toda a vida. E como bem lembrou a CNBC, em muitos casos o Apple Watch até poderia se tornar um dispositivo “obrigatório” em vez de opcional.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…