A guerra chega ao Brasil: Spotify passa a oferecer nacionalmente desconto de 50% para universitários, seguindo o Apple Music

Ou esta é uma coincidência inominável ou uma estratégia deveras calculada: um dia após a Apple divulgar sua primeira campanha 100% nacional para o Apple Music, focada no público jovem e destacando o desconto de 50% na assinatura para estudantes universitários, eis que o seu concorrente mais formidável — e muito maior — apresenta um chamariz idêntico.

Sim, meus amigos: o Spotify anunciou hoje que os universitários brazucas também poderão desfrutar do seu plano Premium por apenas metade do preço.

Novo desconto para universitários do Spotify

Anteriormente, o benefício só estava disponível nos Estados Unidos, no Reino Unido e na Alemanha, mas agora ele expandiu-se para outros 31 países. São eles: Brasil, Portugal, Áustria, Austrália, Bélgica, Canadá, Chile, Colômbia, Dinamarca, Espanha, Estônia, Equador, Filipinas, Finlândia, França, Grécia, Hong Kong, Hungria, Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Letônia, Lituânia, México, Nova Zelândia, Países Baixos, República Checa, Singapura, Suíça e Turquia.

Em terras brasileiras, na prática, os estudantes universitários pagarão R$8,50 pelo Spotify Premium, contra os R$16,90 cobrados por uma assinatura individual tradicional. A efeito de comparação, o Apple Music cobra US$2,49 no seu plano com desconto educacional, o que, considerando o câmbio atual, ainda é um pouco mais barato do que o seu concorrente sueco (em torno de R$7,80). Mas a diferença passa a ser quase desprezível e o que determinará a escolha dos usuários será, certamente, a preferência por um serviço ou outro.

Para ter direito ao desconto, os usuários deverão comprovar seu vínculo a uma instituição de ensino superior; a validação ocorre por meio da empresa SheerID e, segundo o Spotify, vale apenas para instituições “credenciadas” — a lista de universidades que participam do benefício, entretanto, não foi divulgada. É bom notar, também, que o desconto fica valendo por um ano e, ao fim do período, é necessário comprovar a matrícula novamente para que ele seja renovado por mais 12 meses.

A briga vai ser boa…

[via B9]

Posts relacionados

Comentários