Apple teria encerrado a produção de iPads no Brasil; Foxconn de Jundiaí (SP) demite 70 pessoas

iPad brasileiro indo mal

Cinco anos depois de iniciar a fabricação de iPads na sua unidade de Jundiaí, no interior de São Paulo, a Foxconn — provavelmente numa decisão conjunta à Apple — decidiu encerrar a linha de montagem local dos tablets.

A informação foi divulgada há pouco pela Gazeta do Povo, cujas fontes dizem que a linha de fabricação de iPads teria sido desativada há 20 dias e que cerca de 70 pessoas já foram demitidas.

No auge da linha, em 2012, mais de 2.000 empregados da Foxconn trabalhavam na linha de iPads. Atualmente, esse número já havia despencado para apenas 130. A linha de montagem de iPhones, contudo, continua ativa — hoje envolvendo aproximadamente 2.300 pessoas.

Ainda de acordo com a Gazeta do Povo, sabe-se que a Foxconn de Jundiaí chegou a fabricar do iPad 2 ao iPad Air 2, lançado em 2014. De lá para cá todos os iPads homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) trazem referências a ela como unidade fabril, porém a reportagem não conseguiu apurar se modelos recentes chegaram a ser fabricados por lá.

Apesar de a notícia ser triste principalmente pensando nas demissões ocorridas por lá, para o consumidor final infelizmente essa fabricação local tanto de iPads quanto de iPhones nunca trouxe reais benefícios para os preços de venda praticados pela Apple Brasil. Ou seja, nada mudará nesse sentido agora que todos voltarão a ser importados da China.

Posts relacionados

Comentários