Em entrevista, Tim Cook anuncia fundo de US$1 bilhão para a criação de empregos nos EUA

Não é a primeira vez que Tim Cook participa do programa “Mad Money”, comandado por Jim Cramer. O CEO da Apple, aliás, foi nos estúdios da CNBC logo após um dos resultados financeiros da Apple mais comentados dos últimos anos, o qual quebrou a sequência positiva de 13 anos. Desta vez, após um belo trimestre fiscal, Cook foi conversar com Cramer e lhe informou, em primeira mão, algo que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai adorar.

Cook e Cramer em entrevista

A Apple vai investir US$1 bilhão em um fundo que terá como finalidade única e exclusiva dar um up no poderio de fabricação dos EUA. Cook afirmou que, ao fazer isso, a ideia é não apenas criar novos empregos para o povo americano na fabricação de produtos em si, mas também gerar um ecossistema ao redor da fábrica (serviços que se acumulam nas proximidades de locais assim). Ou seja, é criar uma onda que crescerá cada vez mais e ajudará os EUA a combater o desemprego.

Ainda segundo o CEO da Maçã, muitas pessoas perguntam para ele se é tarefa de uma empresa criar empregos. A resposta? “Uma empresa deve ter valores pois uma empresa é uma coletivo de pessoas, e as pessoas devem ter valores; por isso, por extensão, uma empresa deve. E uma das coisas que você faz é dar de volta. E como você dá de volta? Nós devolvemos trabalhando em prol do meio ambiente, na gestão da empresa em energia renovável, e devolvemos criando empregos.”

O fundo de investimento em si ainda não está fechado, mas a Apple deverá anunciá-lo ainda neste mês de maio. Além dele, Cook também comentou os US$50 bilhões que a empresa “investiu” ao adquirir materiais de fornecedores nacionais, que pretende dobrar as receitas da categoria “Serviços” até 2020, — tudo que também comentou na conferência dos resultados financeiros do segundo trimestre fiscal da Apple. Algo novo, porém — e que tem a ver justamente com essa divisão da Apple —, foi comentado pelo executivo: o interesse em programação televisiva e conteúdos originais (vídeos).

Nas palavras de Cook, a Apple acredita que a melhor experiência para um cliente é ver as coisas quando eles querem, da maneira que desejam, tendo mais informações adicionais sobre o que estão assistindo. Não apenas sendo “alimentado” linearmente, como na TV.

Sim, estamos trabalhando com conteúdo original agora, estamos aprendendo, e vamos ver aonde isso nos leva.

Tim Cook, CEO da Apple.

Perguntado sobre possíveis novos produtos ou serviços que “explodiriam as nossas cabeças”, Cook mencionou o que vem falando nas últimas entrevistas: que a empresa vem investindo bastante em inteligência artificial e em realidade aumentada.

Muitos outros tópicos foram conversados na entrevista; se você se interessa pelo assunto, não deixe de assistir ao vídeo1 completo de 12 minutos do bate-papo.

Empregada da Apple
Jessica, gerente do Caffè Macs do campus da Apple em Austin, no Texas

Numa nota relacionada, paralelamente à entrevista, a Apple atualizou a página em seu site americano dedicada à criação de empregos, reiterando informação que gerou 2.000.000 de empregos nos 50 Estados americanos (sendo 80.000 deles criados pela própria Apple, 450.000 entre os fornecedores da empresa e 1.530.000 atribuídos ao ecossistema da Maçã).

No site há uma área interessante onde podemos navegar e ver os empregos e apps criados nos 50 Estados. Vale a pena passear por lá.

[via MacRumors, AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários