Mais países recebem recursos do Apple Maps; veículo de coleta de dados pode contribuir com sistema de carros autônomos

O serviço de Mapas da Apple continua se expandindo paulatinamente, levando seus recursos pelo mundo.

Desta vez, mais três locais (dois países e uma cidade) receberam suporte a informações de transporte público: Singapura, Holanda e Adelaide (na Austrália).

Apple Mapas Singapura Transporte

Já que a Apple está nos preparativos para abrir sua primeira loja em Singapura, faz sentido que esse recurso chegue ao país — assim como ela fez com o Brasil, trazendo as informações um pouco antes de todas as atenções estarem voltadas para nós, ano passado nos Jogos Olímpicos. No país, as informações incluem o trajeto dos MRTs (Mass Rapid Transit), cada um com uma cor diferente para facilitar. Além disso, os ícones de alguns prédios importantes e pontos turísticos também já estão presentes no serviço.

Na Holanda, as informações de transporte público compreendem bastantes dados como estações e trilhos de trens, metrôs e bondes. Já em Adelaide, apesar de não terem sido disponibilizados todos esses dados, usuários já podem acessar os trajetos do metrô.

Apple Mapas Arabia saudita transito

Em outras partes do mundo, chegou o recurso de trânsito no Mapas. Agora, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos também podem desfrutar das informações em tempo real do trânsito nas áreas metropolitanas. Por enquanto, o suporte ao recurso está apenas nas capitais dos dois países, assim como algumas áreas mais populosas por lá.

·   ·   ·

Como ficamos sabendo em 2015, a Apple já tem um veículo próprio para coleta de dados para o Mapas. Quando surgiu essa confirmação, muitos acharam que logo veríamos algo como o Google Street View adaptado para a plataforma de mapas da Maçã, porém, até agora, não vimos nem poeira.

Van da Apple
Van utilizada pela Apple para coleta de dados pro Mapas

Ainda caminhando bastante vagarosamente, esse veículo iniciou seus “escaneamentos” pelas ruas de Connecticut, nos Estados Unidos. Nesse período de dois anos, ele passou por 30 Estados americanos, assim como alguns do Reino Unido, da Itália, da França e da Suécia.

Ao que aponta o analista Neil Cybart, esse carro — ou van — que faz o papel de coletar os dados para os mapas pode também ser um elemento a mais para ajudar no tal sistema de carros autônomos que tem sido muito rumorado ultimamente.

Apesar disso, não faz tanto sentido afirmar que ele será primordial para isso já que um outro carro, com um aparato muito mais bem elaborado, foi visto rodando pelas ruas da Califórnia. Ainda assim, não há problema em acreditarmos que seja lá o que o carro estiver mapeando, é certo que poderá ajudar o tal sistema — se ele vier mesmo a se tornar realidade.

via MacRumors: 1, 2, 3, 4; AppleInsider

Posts relacionados

Comentários