Novo capítulo: Qualcomm agora quer que a justiça obrigue as fornecedoras da Apple a pagar royalties

É, meus amigos e minhas amigas: aparentemente, esta briga entre Apple e Qualcomm está bem longe de terminar — muito pelo contrário: eu suspeito que ainda estejamos nos capítulos iniciais dessa novela mexicana. No episódio de hoje, veremos mais um plot twist nesta emocionante história cheia de traições, reviravoltas e maquinações do excitante mundo jurídico.

Se vocês bem se lembram, no episódio anterior vimos a Qualcomm processar quatro fornecedoras da Apple (Foxconn, Pegatron, Wistron e Compal Electronics) porque as empresas pararam de repassar o dinheiro dos royalties à gigante dos microchips; consequência esta, claro, da decisão da própria Maçã de parar o repasse deste valor a elas.

Agora, a Qualcomm não está satisfeita em incluir quatro outras empresas além da Apple no bolo da batalha judicial: ela quer obrigar as fornecedoras a voltarem a pagar estes royalties por bem ou por mal, com ou sem o dinheiro da Apple.

Qualcomm

De acordo com o jornal financeiro Barron’s, a empresa de San Diego atualizou um dos seus processos correntes com supostas evidências de que a Apple instruiu as suas fornecedoras a não pagar qualquer dinheiro que a Qualcomm as cobre, alegando ainda que a Maçã comprometeu-se com elas a cobrir qualquer perda monetária sofrida neste ínterim.

A Qualcomm afirma que essa é uma estratégia estruturada por Cupertino para forçar um acordo entre as empresas o mais breve possível, uma vez que a perda de milhões de dólares por parte da fabricante de microchips tornaria difícil levar em frente o processo milionário. De acordo com o conselheiro geral da empresa, Don Rosenberg, em declaração ao Axios:

Nós estamos confiantes que nossos contratos serão considerados válidos e exequíveis, mas, neste meio-tempo, é justo e equitativo que as empresas que licenciam nossas tecnologias paguem pelas propriedades de que estão usufruindo.

Nem a Apple nem as suas fornecedoras declararam-se oficialmente acerca dessas últimas notícias. Não deverá demorar muito, entretanto, até que tenhamos a próxima atualização deste caso — certamente, o próximo capítulo da novela deverá ver algum contra-ataque da turma da Maçã ante as investidas recentes da Qualcomm. Aguardemos.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários