Adobe lança o Scan, app para digitalizar documentos e reconhecer textos utilizando OCR

A Adobe lançou na noite de ontem (31/5) o Adobe Scan, novo aplicativo para digitalizar qualquer documento impresso e criar um arquivo em PDF.

Ele reconhece os textos na foto e, com a ajuda do tecnologia OCR1, transforma-o em texto digital em algo selecionável/editável no próprio PDF.


Ícone do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCR

Adobe Scan: PDF Scanner e OCR

de Adobe Inc.

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 19.11.12 (129.4 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCRScreenshot do app Adobe Scan: PDF Scanner e OCR

Vá do papel para o digital rapidamente. O aplicativo gratuito Adobe Scan transforma seu dispositivo em um poderoso scanner portátil que reconhece o texto automaticamente (OCR). Transforme qualquer coisa — recibos, notas, fotos, documentos, cartões de visita, quadros brancos — em um Adobe PDF com conteúdo que você pode reutilizar.

Os três passos básicos do app são “Capturar”, “Ajustar” e “Converter”. Para escanear (capturar) qualquer tipo de documento, basta tirar uma foto manualmente ou automaticamente (o app reconhece a forma do documento) ou importar diretamente da sua biblioteca de fotos. Após isso, o app “guarda” aquela foto em uma pilha e você pode continuar tirando quantas fotos quiser.

Então, você ajusta: corta, gira o documento, reorganiza as páginas, adiciona outras fotos e escolhe se prefere “tons de cinza”, “quadro branco”, “automático” ou a foto original. Aí você salva o PDF, o app o prepara para edição (reconhecendo o texto, etc.) e lhe dá duas opções: compartilhar ou abrir no Acrobat Reader. Se você fizer login, todos os documentos vão para a nuvem, a Adobe Document Cloud.

Tudo parece ótimo, entretanto, todo o restante da edição — caso queira — é feito no Reader. A opção de OCR é ótima, porém, de acordo com meus testes, funciona bem somente quando o papel/superfície é totalmente branca, sem nenhuma sombra, com letras bem legíveis. Se conseguir que o app reconheça o texto, você precisa ir até o Acrobat Reader e destacar, sublinhar, tachar e só.

Quer dizer, se você assinar o Acrobat Pro DC, talvez dê até para editar o texto, mas para quem não o faz, estas são as opções. Pelo menos é possível selecionar e copiar o texto (quando ele é reconhecido) — o que já é ótimo se pensarmos que a maioria das ferramentas que fazem isso são pagas.

Como eu tenho o PDF Expert, da Readdle, tentei editar por lá e nem assim consegui; somente foi possível utilizar as ferramentas de destaque. Na versão do iOS, é possível escolher a opção “Texto corrido”, mas é somente uma maneira a mais para copiar, não editar.

O aplicativo ainda tem muito a melhorar em termos de reconhecimento de documentos, mas pode ser uma mão na roda. E uma dica: nunca copie e utilize qualquer texto do app sem revisar antes, pois ele pode reconhecer caracteres diferentes ou palavras erradas.

Você já pode baixar o Adobe Scan gratuitamente na App Store (para iOS) ou no Google Play (para Android). Ele tem, ainda, uma assinatura interna (US$10/mês) para habilitar mais opções de criação, edição e exportação de PDFs.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários