Editor de imagens incrível para iOS chega à sua segunda versão, agora gratuito e com compras internas

Os mesmos criadores do popular Facetune lançaram, há dois anos, uma ótima solução para edição de fotos mais lúdicas. Falo do Enlight, que custava US$8.

Entrando mais uma vez na onda de aplicativos freemium (ou seja, gratuitos para baixar, porém com compras/assinaturas internas), os desenvolvedores da Lightricks lançaram o Enlight Photofox, a segunda versão do app.


Ícone do app Enlight Photofox: Edite Fotos

Enlight Photofox: Edite Fotos

de Lightricks Ltd.

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 2.0.3 (216.5 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite FotosScreenshot do app Enlight Photofox: Edite Fotos

Este aplicativo permite que você brinque com as mais diversificadas combinações de imagens e crie verdadeiras obras de arte. As camadas podem ser sobrepostas, mescladas e reorganizadas da maneira que você quiser. Para aqueles que curtem, também existe a opção de criar memes para espalhá-los pela internet.

O app ainda tem, é claro, todas as ferramentas de edição que estamos acostumados como pincéis, diversos filtros e molduras. Quem prefere opções mais avançadas, ele oferece suporte a RAW e, nas configurações, é possível escolher a qualidade e o tamanho máximo da imagem a ser exportada.

Para você se inspirar e saber do que o app é capaz, não deixe de dar uma olhada no perfil do Instagram oficial deles, é incrível.

Não é a primeira vez que os desenvolvedores optam por criar uma segunda versão de um aplicativo em vez de apenas atualizar o primeiro. Aconteceu a mesma coisa com o Facetune — como os próprios criadores afirmaram na época, a Lightricks modificou a maneira de vender pois precisava “atualizar” o modo como monetiza seus apps.

Quer dizer, o modelo de assinatura tem rendido bons frutos e, disponibilizando o app gratuitamente, eles conseguem atrair mais pessoas para testá-lo, tanto no iPhone quanto no iPad. A versão gratuita já permite que o usuário faça muitas coisas bacanas e, como o seu funcionamento é bastante simples e fácil, certamente vão conseguir atingir um público muito maior.

A primeira versão do Enlight agora está disponível por completo por US$4, enquanto a segunda está disponível para baixar gratuitamente na App Store — se você quiser, pode usufruir de todas as ferramentas assinando a versão “Pro” por US$4/mês ou US$20/ano.

via TechCrunch

Posts relacionados

Comentários