Alguns clientes estão indo trocar as baterias de MacBooks Pro 2012/2013… e voltando com Macs novinhos! [atualizado]

Quem é usuário Apple — e, bem… como estamos no MacMagazine, somos maioria por aqui — sabe que, além de uma tremenda qualidade de software e hardware, ao adquirir um produto da empresa você contará também com um belo pós-venda, dificilmente encontrado não apenas em empresas do ramo de tecnologia mas de qualquer setor. Mas é ótimo quando a empresa vai além do que conhecemos e consegue nos surpreender!

Alguns usuários de Apple Watches de primeira geração que precisam de reparo, por exemplo, podem acabar “ganhando” um Apple Watch Series 1 nessa troca, conforme informou o MacRumors. Isso porque, aparentemente, em alguns países, a Apple está sem estoque do modelo original. A diferença entre os modelos não é lá enorme (apenas o chip S1P, que é mais rápido, dual-core), mas não deixa de ser uma boa notícia. Mas nada se compara ao que a Apple começou a fazer em alguns países, agora.

Novo MacBook Pro de 15 polegadas com tela Retina

Segundo o mesmo site, alguns usuários de MacBooks Pro com tela Retina de 2012/2013 com problemas na bateria (segurando menos de 80% com menos de 1.000 ciclos) estão recebendo um MacBook Pro novinho em folha ao enviar as suas máquinas para reparo. Isso mesmo! Imagine deixar o seu MacBook Pro “velho de guerra” numa loja da Apple, pagar US$200 para trocar a bateria dele e receber um Touch Bar brilhando?!

Isso tudo tem uma justificativa, é claro: a falta de top cases com baterias integradas. Esse cenário deverá permanecer assim até meados de setembro, quando as top cases voltarão a figurar no estoque da empresa. Enquanto isso, a Maçã está oferecendo duas soluções aos consumidores:

  1. O cliente simplesmente espera até que a top case esteja disponível novamente — e, por conta da inconveniência, a Apple arcará com os custos envolvidos no reparo;
  2. Oferecer um modelo funcionalmente equivalente ao do cliente.

Eu não estou afirmando aqui que você vai entregar o seu MacBook Pro “cansado” e receberá um 2017, mas foi isso que aconteceu com alguns usuários que compartilharam as suas sagas no Reddit. O fato é que mesmo os que não viram as suas máquinas serem trocadas pelo último modelo lançado receberam uma melhor do que as que tinham (por exemplo, modelos 2015 ou 2016). Ao que parece, depende do estoque local da Maçã.

O usuário NoTNoS, por exemplo, disse que a Apple trocou o seu MacBook Pro de 15 polegadas de 2012 para um modelo 2017 com Touch Bar. O processo demorou cerca de dez dias úteis e ele foi autorizado a manter o seu antigo MacBook Pro durante a espera. O único custo foi a taxa do serviço da bateria, de US$200. Outro que também foi prejudicado por essa infeliz troca foi o brasileiro Lucasfsb, que fez tudo isso (provavelmente pagando R$1.100, que é o valor da troca da bateria aqui no Brasil). Tá ruim?! 😝

Pelo que parece, essas trocas estão acontecendo na Austrália, nos EUA, no Brasil, no Reino Unido e em alguns outros países — e não importa se o seu Mac está ou não coberto pela garantia estendida AppleCare.

Atualização 26/07/2017 às 09:08

Diversos tópicos no Reddit já estão indicando que a Apple não está mais substituindo MacBooks Pro 2012/2013 que necessitam de reparos na bateria por um modelo mais novo, conforme indicamos acima — como por exemplo este do usuário ajh103. De acordo com ele, a top case em questão já deverá voltar ao estoque dentro de 1-2 semanas. Assim, a Maçã está informando aos clientes que eles deverão simplesmente aguardar pela peça.

Posts relacionados

Comentários