Mozilla introduz interessantes novidades no Firefox, como busca por voz e compartilhamento de arquivos

O Firefox não é mais, nem de longe, a segunda força no mundo dos navegadores que um dia foi. Isso não significa, entretanto, que a Mozilla deixou de se esforçar para introduzir novos recursos e melhorias no seu browser para que ele permaneça relevante no mundo tecnológico. Muito pelo contrário, aliás: a célebre fundação de desenvolvimento de software anunciou hoje algumas novidades interessantes que serão incluídas nas próximas versões da raposinha de fogo.

Publicidade

A primeira delas é um sistema de busca por voz, chamado Voice Fill, que utiliza a tecnologia de reconhecimento de fala da própria Mozilla. Embora o Google já ofereça uma funcionalidade parecida no seu navegador Chrome, o recurso do Firefox é feito por meio de um plugin, em vez de basear-se em uma tecnologia da web — ou seja, os resultados potencialmente serão exibidos mais rapidamente, com maior fidedignidade (a ideia é que ele vá se tornando mais inteligente conforme o uso) e o recurso poderá ser usado num maior número de sites.

Inicialmente, o Voice Fill trará suporte às páginas iniciais do Google, do Yahoo e do DuckDuckGo, adicionando outros serviços com o passar do tempo.

Publicidade

Já o recurso Notes tem basicamente toda a sua funcionalidade exprimida pelo nome: trata-se de um pequeno bloco de notas que convive com o conteúdo exibido pelo browser, numa barra lateral que pode ser evocada sempre que desejado. Lá, é possível criar notas com ferramentas básicas de formatação e sincronizá-las com a sua conta Firefox para acesso rápido em qualquer computador.

Por fim, o Send é um recurso muito interessante baseado na web (ao contrário dos outros dois, que são plugins) que permite o envio rápido e fácil de arquivos de até 1GB. Basta arrastar o arquivo em questão para a página e o serviço automaticamente fará o upload criptografado dele para seus servidores, dando ao usuário, ao término do processo, um link para download que pode ser compartilhado.

Publicidade

O arquivo é automaticamente deletado dos servidores da Mozilla após um download ou um dia, o que vier primeiro — eles justificam esta decisão com base na privacidade do usuário, mas eu suspeito que as regras terão de mudar um pouco antes do lançamento oficial se eles quiserem ganhar uma base de usuários. O Send pode ser acessado através deste link e, eventualmente, poderá ser utilizado por qualquer pessoa em qualquer browser moderno — por agora, entretanto, ele só funciona no Firefox, mesmo.

Os recursos estarão disponíveis primeiro para os usuários do programa Test Pilot e, naturalmente, são experimentos: nada garante que eles realmente chegarão às versões finais do browser. Dado o nível de polimento deles, entretanto, não é difícil imaginar que logo o navegador da raposa irá incorporá-los para todos os usuários.

Publicidade

O Mozilla Firefox pode ser baixado, para macOS, Windows e Linux, através deste link.

via TechCrunch

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…