Após resultados financeiros acima do esperado, ações da Apple batem novo recorde histórico

As ações da Apple não batiam o seu recorde histórico desde 13 de maio. Depois elas ficaram oscilando um pouco, despencaram forte em junho e, desde então, vinham numa subida lenta e quase constante.

Hoje, logo após a Apple divulgar ontem resultados financeiros acima do esperado, a $AAPL voltou a bater recorde histórico. As ações dispararam 4,73%, fechando o dia cotadas a US$157,14 — com máxima durante o pregão de US$159,75.

Com isso, o valor de mercado da empresa pulou para estrondosos US$819,3 bilhões — US$169,5 bilhões à frente da Alphabet ($GOOG), que é hoje a segunda empresa de capital aberto mais valiosa do mundo.

Quem deve estar bastante animado com esses números é o diretor executivo (CEO) Tim Cook, não só pela saúde da companhia em si mas porque, a depender da performance da $AAPL nas próximas semanas, ele poderá ganhar um bônus de 280.000 papéis da companhia (hoje avaliados em módicos US$44 milhões).

Analistas no geral estão bem otimistas frente aos prospectos do “iPhone 8”, e a própria previsão de receita da Apple para o seu quarto trimestre fiscal (entre US$49 e US$52 bilhões) dá indícios de que ao menos alguns modelos serão, sim, disponibilizados para venda já em setembro. Assim esperamos.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários