Analista afirma que cronograma de lançamento do “iPhone 8” está no prazo; aparelho seria lançado em três cores

Em mais uma evidência de que podemos mudar nosso nome para “iPhone8Magazine” nos próximos dias, já temos mais especulação sobre o fabuloso destino do futuro carro-chefe dos smartphones da Apple. Agora, é a vez do analista preferido de todo mundo (Ming-Chi Kuo, da KGI Securities) de dar mais alguns pitacos sobre o assunto.

De acordo com o especialista, que costuma ter informações bastante confiáveis lá de dentro da Apple — ou das parceiras da Maçã — e fazer previsões bem certeiras, o “iPhone 8” será anunciado em setembro junto aos seus dois irmãos mais modestos (que, ao que tudo indica, chamar-se-ão “iPhone 7s” e “iPhone 7s Plus”). Mais importante que isso: ele chegará às prateleiras do mundo também junto a eles, em algum momento no fim de setembro ou início de outubro!

Mockup do "iPhone 8", por iDrop News
Comparativo entre o iPhone 7, o “iPhone 8” (mockup) e o iPhone 7 Plus

Estas são notícias tranquilizadoras, considerando rumores recentes de que a Apple estaria com problemas na linha de produção do seu smartphone mais caro e que o seu lançamento poderia ser adiado em alguns meses. Entretanto, nem tudo é motivo para comemorar: de acordo com Kuo, as quantidades de “iPhones 8” disponíveis no lançamento seriam extremamente limitadas, girando entre 2 e 4 milhões de unidades disponíveis para os consumidores.

Talvez a tela recortada esteja provando-se mais difícil de fabricar que o esperado? Ninguém sabe, mas o profissional diz que esses números subirão rapidamente e a Apple conseguirá produzir cerca de 45 a 50 milhões de unidades até o fim do ano. A propósito, enquanto os “iPhones 7s/7s Plus” já estão sendo montados a todo vapor na Ásia, os “iPhones 8” teriam a sua produção iniciada somente em meados de setembro, o que explicaria a escassez de dispositivos disponíveis no lançamento — tudo isso, é claro, segundo as palavras de Kuo.

Além da data de lançamento, o analista afirma também que o “iPhone 8” será lançado, nada surpreendentemente, em três cores: preta, prateada e dourada; ou seja, não será desta vez que veremos uma nova e espetacular cor no smartphone da Maçã (aparentemente, nada de “cobre dourado”).

E, para finalizar, Kuo disse também — contrariando uma informação dele mesmo — que todos os modelos lançados em 2017 trarão suporte à tecnologia de carregamento rápido, muito embora possivelmente os consumidores tenham que pagar a mais — comprando um adaptador de parede de maior potência e um cabo Lightning para USB-C, como já acontece com o iPad Pro.

É, meus amigos e minhas amigas, está chegando a hora…

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários