Review: case com bateria e dois acessórios muito bacanas da mophie!

Ah, bateria… para muitos, o calcanhar de Aquiles dos smartphones da Apple. O que é fraqueza para alguns, porém, se torna uma oportunidade de mercado para outros. É aí que entra a mophie, umas das fabricantes mais famosas de acessórios para iPhones.

Nas últimas semanas nós testamos alguns (sim, no plural) acessórios da fabricante californiana e chegou a hora de compartilhar a nossa opinião com vocês. Mais especificamente, estamos falando de três produtos muito interessantes: a juice pack air, o charge force desk mount e a charge force wireless charging base.

juice pack air

Provavelmente essa é a case com bateria mais famosa no mundo Apple. Eu testei especificamente o modelo para o iPhone 7 Plus e posso atestar que ela merece o reconhecimento.

É claro que uma case como essa tem os seus contras, ainda mais quando estamos falando de um aparelho desajeitado e trambolhudo como um iPhone de 5,5 polegadas. Ao vesti-lo com uma capa dotada de bateria (que por motivos óbvios precisa ser maior e mais gordinha do que uma case tradicional), o iPhone 7 Plus vira o smartphone oficial de Itu, ganhando proporções exageradas (170,5×81,9×15,4mm com a case vs. 158,2×77,9×7,3mm sem ela; 291,3 gramas com a case vs. 188 gramas sem ela). E isso pode ser um incômodo especialmente se você transposta o smartphone de lá para cá no bolso da calça, e não numa bolsa.

Isso, porém, é mais culpa da Apple do que da mophie por conta das características do iPhone 7 Plus em si — não é à toa que a Apple optou por criar a sua própria case com bateria apenas para o iPhone de 4,7 polegadas.

Na teoria, o iPhone 7 Plus era para ter uma bateria grande o suficiente para durar o dia inteiro; na prática, isso não é a realidade para muitas pessoas. E se você é uma delas, uma case com bateria pode ser muito útil!

juice pack air

Com a juice pack air, você ganha 60% mais bateria. No papel, a mophie afirma que o seu produto estende a bateria do iPhone 7 Plus para um total de 33 horas. Se o seu dia for igual ao meu, ele tem 24 horas, então isso seria mais do que suficiente. O problema é que essa conta nunca é exata e varia de usuário para usuário — afinal, as chances de eu utilizar o iPhone de uma forma e você de outra são enormes. Se você, por exemplo, é um usuário mais ativo e não deixa a tela do seu iPhone desligar nem por um minuto sequer, essa média deverá cair bem. O que importa, todavia, é que dificilmente você usará toda a bateria do iPhone 7 Plus (2.900mAh) e a da juice pack air (2.420mAh) nas 16-18 horas que você passa acordado diariamente.

No meu dia-a-dia, levando em consideração o meu uso do iPhone 7 Plus, eu não vejo necessidade de usar a juice pack air. Mas ela se torna simplesmente perfeita quando eu faço uma viagem a trabalho para São Paulo ou quando embarco para o MM Tour, por exemplo (momentos em que eu passo a utilizar o iPhone muito mais do que normal e a bateria vai embora). E digo isso pois, para mim, faz muito mais sentido usar uma case com bateria do que uma bateria portátil (e ter que ficar bons minutos/horas do dia com um tijolo pendurado no meu telefone), desde que seja uma case com bateria bem desenhada e totalmente integrada ao aparelho (como é a juice pack air). No fim das contas, é menos uma coisa para eu carregar de um lado para o outro — com a juice pack air, a bateria extra está ali, a um simples botão de distância (com direito a quatro LEDs os quais indicam exatamente como está o seu nível da bateria).

E quando eu falo case bem desenhada e totalmente integrada ao aparelho, não estou brincando. É incrível como o iPhone 7 Plus encaixa-se perfeita/milimetricamente na juice pack air. Num primeiro momento, dá até a impressão de que você vai arranhar a estrutura do iPhone ao colocá-lo dentro da capa, mas na prática isso não acontece. Por eu não usar a case todo dia, eu já tirei/coloquei o iPhone dentro dela inúmeras vezes e o meu telefone está perfeito, como novo. O deslize do iPhone dentro da capa até que o conector Lightning macho da case se conecte ao conector fêmea do iPhone é simplesmente perfeito.

E não se engane: além de oferecer uma bateria extra, estamos falando de uma case que protege o iPhone (afinal, é uma case). Se você deixar ele cair com a tela virada para baixo, a possibilidade de ela rachar/quebrar é grande (a case não fica protuberante ao ponto de proteger o vidro frontal). Contudo, tanto a lateral quando a parte traseira do iPhone ficam 100% protegidas e eu duvido muito que você consiga danificar essas áreas numa possível queda. Para completar, as saídas para os alto-falante ficam na parte frontal da case, o que ajuda a amplificar o áudio (se você já fez uma concha com a mão para escutar melhor o áudio do alto-falante do iPhone, vai entender o que eu estou falando).

De negativo (por parte da mophie e não da Apple, conforme comentei acima), fica a falta de conectividade na parte inferior da case. Ali temos apenas uma porta Micro-USB que serve para recarregar a juice pack air (mais sobre isso abaixo). Não há saída para fones de ouvido (como algumas outras cases com bateria oferecem) e, como não há uma entrada Lightning, você não tem como utilizar os fones de ouvido EarPods que veem junto dos iPhones 7/7 Plus — o jeito, aqui, é partir para um solução de fones Bluetooth, como os AirPods.

desk mount & wireless charging base

Se para você faz sentido usar a juice pack air diariamente, esses acessórios fazem muito, mas muito sentido! A função deles é basicamente a mesma: recarregar a bateria do seu iPhone e a bateria da juice pack air da forma mais simples possível. Isso porque eles contam com a tecnologia charge force, que nada mais é do que a capacidade de recarga sem fio aliada à conveniência do magnetismo.

Qual deles é o melhor acessório para você? Aí é questão de gosto. Tem gente que adora a ideia de um stand para o iPhone, a fim de deixá-lo em pé enquanto o aparelho é recarregado (tanto para visualizar a tela quanto para até mesmo interagir com o telefone facilmente). Se você é uma dessas pessoas, o charge force desk mount é a sua escolha.

charge force desk mount

Basta você aproximar a juice pack air dele que o magnetismo entra em cena e prende a case ao stand. Para completar, ele conta ainda com a possibilidade de ajuste exato do ângulo de visão, seja no modo retrato ou no paisagem. E assim, de uma forma completamente simples, você está recarregando as baterias (sempre na seguinte ordem: primeiro a do iPhone e, depois, a da case). É claro que você pode utilizar o charge force desk mount na sua mesa de cabeceira, mas esse tipo de acessório (a meu ver) faz mais sentido no escritório, até pelo fato de deixar o iPhone em pé e permitir uma interação com ele.

O meu único ponto negativo vai justamente para uma parte do acessório que, aparentemente, não foi feita pensando nessa interação com o iPhone. Como resultado da junção do iPhone 7 Plus com a case juice pack air, temos um produto relativamente grande/pesado. Por isso, acredito que o charge force desk mount merecia uma construção um pouco mais premium, feita com uma base mais pesada (alumínio, por exemplo) para impedir que o telefone balance enquanto você interage com ele no stand. Digo isso pois o charge force desk mount é basicamente feito de plástico e pesa apenas 164 gramas. Como o iPhone 7 Plus com a case pesa 291,3 gramas, por mais que a base do stand seja feita com um material totalmente antiderrapante, não temos a melhor experiência do mundo ao tocar na tela do iPhone quando ele está preso ao stand (tudo balança bem).

Saindo do escritório e indo para o quarto (de novo, uma opinião pessoal), o melhor acessório que você pode ter junto à juice pack air é a charge force wireless charging base. Estamos falando de uma “cama”, uma base de recarga para você colocar na sua mesa de cabeceira.

charge force wireless charging base

Assim como o charge force desk mount, a charge force wireless charging base vem apenas com um cabo USB/Micro-USB na caixa, então para utilizar a base na sua mesa de cabeceira você necessariamente precisará do carregador de parede do seu iPhone, também — e de uma tomada relativamente perto da mesinha, já que o cabo não é dos mais longos.

A minha experiência com a dupla juice pack air e charge force wireless charging base foi ótima! Eu normalmente sou o último a dormir aqui em casa, então quando eu vou para cama a minha esposa e a minha filha mais nova (2 meses) já estão dormindo. Ou seja, o quarto já está com as luzes apagadas.

Com a base em cima da minha mesa de cabeceira, eu não tenho mais aquela dificuldade de conectar o cabo Lightning no iPhone em um ambiente sem luz. Chega de ficar espetando toda a parte inferior do iPhone até achar o conector Lightning! Basta deitar e simplesmente colocar o iPhone em cima da “cama” dele para recarregar as baterias.

Como todo carregamento sem fio, você perde aqui a possibilidade de usar o iPhone enquanto ele está sendo recarregado. Mas como ele está equipado com a juice pack air, dificilmente você terminará o seu dia com tão pouca bateria ao ponto de não conseguir usar o aparelho por alguns minutos enquanto está na cama. E aí, ao terminar de usar, basta colocar o telefone em cima da charge force wireless charging base para acordar no dia seguinte com 100% de bateria!

Vale notar que estamos falando de baterias as quais, somadas, chegam a 5.320mAh. Sim, demora para recarregar e você precisará de algumas horas para completar essa missão. Por isso esse tipo de recarga se torna bastante conveniente à noite, da forma como eu descrevi.

Nós não testamos, mas a mophie conta ainda com outro acessório muito legal que completa essa linha. Falo do charge force vent mount, que é muito parecido com o desk mount mas feito para você utilizar no carro, enquanto dirige.

·   •   ·

Se mesmo com um iPhone 7 Plus você precisa de mais bateria ao longo do dia, dê uma chance aos acessórios da mophie. São produtos de qualidade e bom gosto, fabricados por uma empresa já reconhecida e estabelecida no mercado. Infelizmente eles não despacham produtos para o Brasil, mas você pode aproveitar aquela viagem do seu amigo/familiar e encher o saco dele. 😝 Isso se você não for tirar umas férias no exterior, é claro…

A juice pack air sai por US$100, enquanto o charge force desk mount custa US$60 e o charge force wireless charging base sai por US$40.

Posts relacionados

Comentários