Em entrevista, Tim Cook fala sobre “responsabilidade moral” para ajudar a economia americana

Como temos acompanhado há um tempo, sabemos que Tim Cook é um CEO realmente preocupado e engajado com questões sociais. Em uma entrevista para o New York Times, Cook contou sobre os investimentos da Apple nos Estados Unidos e passou por assuntos ligados à educação e ao meio ambiente.

Tratando especificamente da relação entre política e as empresas, o CEO da Maçã afirmou que há muito tempo o governo se tornou “menos funcional” e não está na velocidade que estava anteriormente — o que acaba afetando os negócios e também toda a sociedade.

Isso faz com que as empresas tenham que contribuir cada vez mais para uma sociedade melhor, e é o que a Apple tem tentado fazer através de iniciativas como a de levar a linguagem Swift para mais de 30 faculdades comunitárias do país.

Eu acho que temos uma responsabilidade moral para ajudar a crescer a economia, ajudar a aumentar as vagas de emprego, contribuir com esse país e com os outros países onde fazemos negócios. Acho que ainda há um grupo significativo que pensa que minha única responsabilidade é para com Wall Street.

Ele lembrou também dos esforços que a empresa têm iniciado para aumentar a diversidade racial, de gênero e geográfica das pessoas que estão aprendendo a programar, já que, segundo ele, “os benefícios da tecnologia são muito desequilibrados em relação a certos Estados”. Por isso, a iniciativa de levar a Swift foi direcionada a faculdades comunitárias, pois é onde se encontra a maior diversidade entre alunos de Ciência da Computação.

Além desse aspecto, Cook também falou sobre as iniciativas ambientais da Apple, citando o novo data center de Iowa, que funcionará 100% com energia renovável — assim como todas as outras unidades da empresa nos EUA e em mais 23 países que seguem o mesmo caminho.

A entrevista completa de Cook pode ser lida integralmente nesta página.

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…