Apple contrata mais 4 nomes de peso do mercado de TV enquanto 17 engenheiros de carros autônomos deixam a empresa

Os investimentos da Apple relacionados a produção de conteúdo original e a uma quase certa investida num serviço de streaming de vídeos simplesmente não param! Depois de contratar a dupla Jamie Erlicht e Zack Van Amburg (copresidentes da Sony Pictures Television) e Matt Cherniss (ex-presidente da WGN America) — apenas para citar alguns exemplos — a Maçã agora recrutou mais quatro nomes de peso.

Kim Rozenfeld (ex-chefe de programação de TV da Sony), Max Aronson, Ali Woodruff (ambos ex-executivos de desenvolvimento da Sony) e Rita Cooper Lee (ex-chefe de comunicação com a imprensa da WGN America) são os mais novos nomes a desembarcarem em Cupertino. Seus antigos cargos nas suas antigas empresas não deixam dúvidas dos papéis que desempenharão agora na Maçã; e veja que a sinergia do grupo deve ser forte, já que todos os nomes listados neste artigo vieram de apenas duas empresas, conforme informou o Deadline.

Ganha-se de um lado, perde-se de outro

Se os sinais neste novo segmento de vídeo são positivos, no de carros autônomos as notícias não são tão animadoras assim. Conforme informou a Bloomberg, a Apple perdeu nada mais nada menos do que 17 engenheiros que estavam trabalhando diretamente no “Projeto Titan” para a startup Zoox (também focada em carros autônomos).

O motivo para isso seria simples: o projeto da Apple recentemente deu uma bela guinada e não está mais focado em carros autônomos, mas em sistemas autônomos de um modo geral — os quais também incluirão carros, mas não necessariamente o hardware do veículo. Como esses 17 engenheiros seriam especializados em design de elementos presentes em veículos (sistemas de freios e suspensão, por exemplo), não faz muito sentido permanecerem na Maçã — levando em conta que todas essas notícias relacionadas ao “Projeto Titan” sejam mesmo verdadeiras.

via Apple World Today, 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários