Levantamento indica que perda de performance do iPhone 5s no iOS 11 é relativamente pequena

É um fato tão natural e inevitável como a morte ou os impostos: a cada ano, uma nova versão do iOS chega e, com ela, uma nova leva de aparelhos deixa a vida para entrar na história. Ok, talvez eu esteja sendo um pouco hiperbólico, já que os dispositivos fundamentalmente continuam a funcionar, mas, em algum momento, todo mundo vai parar de receber updates — muitos usuários com aparelhos mais velhinhos, inclusive, param de atualizá-los antes mesmo da última versão suportada justamente porque esses updates, no geral, tornam o dispositivo mais lento e com menor capacidade de bateria.

No caso do iOS 11, o iPhone 5s é o dispositivo mais antigo a suportar o novo sistema da Maçã (foi lançado em 2013, há quatro anos) e, portanto, aquele que certamente mais sofrerá em rodá-lo. Mas os donos deste modelo não precisam se preocupar tanto — ao menos se levarmos em conta os resultados desse teste realizado pelo Ars Technica.

O site faz, todos os anos, um teste da nova versão do sistema operacional móvel da Maçã rodando no dispositivo mais antigo a que oferece suporte — e as coisas vêm melhorando ano a ano desde que o iPhone 4 apresentou resultados medíocres com o iOS 7. Agora, o iPhone 5s rodando o iOS 11 conseguiu uma marca relativamente boa — tão boa quanto aquela conquistada pelo iPhone 5 rodando o iOS 10 no ano passado.

O teste é deveras empírico: o pessoal cronometra o tempo que alguns aplicativos levam para abrir, do momento do toque no seu ícone até o momento em que está totalmente carregado e utilizável, primeiro no sistema anterior e depois no novo sistema (no caso, o iOS 10.3.3 e o iOS 11). Depois, a mesma medição é feita no tempo de inicialização.

Os resultados do iPhone 5s são os que seguem:

Teste de performance do iPhone 5s no iOS 10.3.3 e no iOS 11

Como se pode ver, a perda de agilidade com o iOS 11 é, em alguns casos, bem pequena (Safari e Mensagens) ou mesmo inexistente (Câmera). De fato, o iPhone 5s rodando o novo sistema só fica bem mais lento se considerarmos a inicialização e os Mapas, levando em conta os itens do teste.

Para termos de comparação, estes foram os resultados do teste feito com um iPhone 5 no ano passado:

Teste de performance do iPhone 5 no iOS 9.3.5 e iOS 10

O aparelho também apresentou mudanças na casa dos décimos de segundo, e ainda tornou-se mais rápido no caso do Calendário. Ou seja: no fim das contas, o importante é notar que a Apple está, progressivamente, tornando seus sistemas menos exigentes com os aparelhos mais antigos e, a cada ano, torna-se mais fácil tomar a decisão de fazer a atualização do seu dispositivo velhinho.

As vantagens, claro, vão muito além da performance — os sistemas mais recente trazem, além de novos recursos, atualizações de segurança importantíssimas para a navegação no mundo digital, por exemplo (algo muito mais prioritário a se levar em consideração do que performance, diga-se). Em outras palavras: se você tem um iPhone 5s, pode atualizar para o iOS 11 sem medo.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários