Saiu: Apple disponibiliza o iOS 11 para todos os usuários; confira as novidades e saiba como instalar! [atualizado 2x]

Foram meses de espera (ele foi apresentado no dia 5 de junho, na keynote de abertura da WWDC 2017), dez versões de testes (um recorde para a Apple)… mas o momento finalmente chegou: a empresa acaba de liberar a versão final do iOS 11 (com a mesma compilação da versão Golden Master, a 15A372) para todos os usuários de iGadgets compatíveis.

Antes de entramos nas novidades, porém, eis a lista dos dispositivos aptos a instalarem o sistema:

Dispositivos compatíveis com o iOS 11

ícone do iPhone com o iOS 11 iPhones

  • iPhone X
  • iPhone 8
  • iPhone 8 Plus
  • iPhone 7
  • iPhone 7 Plus
  • iPhone 6s
  • iPhone 6s Plus
  • iPhone 6
  • iPhone 6 Plus
  • iPhone SE
  • iPhone 5s

ícone do iPod touch com o iOS 11 iPods touch

  • iPod touch (6ª geração)

ícone do iPad com o iOS 11 iPads

  • iPad Pro de 12,9 polegadas (2ª geração)
  • iPad Pro de 12,9 polegadas (1ª geração)
  • iPad Pro de 10,5 polegadas
  • iPad Pro de 9,7 polegadas
  • iPad Air 2
  • iPad Air
  • iPad (5ª geração)
  • iPad mini 4
  • iPad mini 3
  • iPad mini 2

Você está dentro? Ótimo, então vamos ao que interessa!

As novidades do iOS 11

Conforme já mostramos aqui nas diversas compilações de screenshots [1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7], são inúmeras novidades introduzidas na décima primeira versão do iOS — este ano, especialmente para iPads.

Novos recursos do iOS 11

O novo sistema torna o tablet da Maçã muito mais versátil por conta das melhorias significativas na forma como trabalhamos com arquivos, mais de um app ao mesmo tempo e até mesmo na organização do fluxo de trabalho.

As quatro principais novidades responsáveis por isso são: o novo app Arquivos (que reúne todos os seus documentos em um só lugar — inclusive integrado a serviços externos como Dropbox e Google Drive), o novo Dock (você pode acessá-lo de qualquer tela, basta deslizar o dedo para abrir e alternar entre apps), a nova multitarefa (você pode abrir um segundo app diretamente do Dock e os dois permanecem ativos em Slide Over ou Split View; também pode arrastar o segundo app para a esquerda para abrir em Slide Over; e retornar rapidamente aos seus App Spaces favoritos usando o novo Seletor de Apps), além do aguardado e intuitivo suporte ao gesto de arrastar e soltar (você pode arrastar textos, fotos e filmes e mais de um app para outro).

Novos recursos do iOS 11

O Apple Pencil também ganha uma nova vida com o iOS 11 graças a marcações e notas instantâneas; por falar em Notas, o app ganhou um novo scanner (que detecta e escaneia documentos, ajustando bordas e removendo distorções e reflexos automaticamente). O teclado QuickType ganhou melhorias tanto nos iPads (letras, números, símbolos e pontuações estão todos no mesmo teclado) quanto nos iPhones (opção de teclado para digitação com apenas uma mão).

ARKit no iOS 11

Uma das grandes novidades do iOS 11 é o suporte a realidade aumentada com o framework ARKit (você conferiu diversos exemplos aqui no site). Há também novas opções para as suas Live Photos (loop, vai e volta, e longa exposição), novos filtros para a câmera, um nova e belíssima App Store, boas melhorias no iCloud (como por exemplo a chegada do recurso de compartilhamento de arquivos por links).

Novos emojis que chegarão ao iOS, ao macOS e ao watchOS
Novos emojis que chegarão ao iOS, ao macOS e ao watchOS

Dispositivos com o iOS 11 instalado passarão a utilizar os formatos HEIF e HEVC para fotos e vídeos, o que resulta em ótimos ganhos de compressão e qualidade; para os fãs de podcast, o app oficial da Apple ganhou boas mudanças; como não poderia deixar de faltar, novos emojis também estão embarcados no iOS 11.

Novos recursos do iOS 11

Os mapas também ganharam melhorias (mapeamento interno de estabelecimentos). Por enquanto, apenas alguns poucos locais espalhados pelos EUA e em alguns outros países (como aeroportos e shoppings) estão devidamente mapeados, mas a tendência é que o recurso se amplie cada vez mais.

Há ainda melhorias no Mensagens e na Siri, um Apple Music mais social (com direito a amigos), a chegada da segunda geração da tecnologia AirPlay, uma Central de Controle completamente renovada, com muito mais opções e totalmente personalizável, o recurso “Não Perturbe” quando o usuário está dirigindo, a possibilidade de compartilhar a senha Wi-Fi da sua casa de uma forma bem simples e fácil, e muito, mas muito mais!

Apps de 32 bits perdendo compatibilidade no iOS 11

Um ponto “negativo” (se é que podemos chamar assim) do iOS 11 é o fato de milhares de apps simplesmente perderem a compatibilidade com ele. O motivo para isso é simples: o novo sistema está dando adeus a apps de 32 bits. Esses aplicativos e jogos muito provavelmente foram abandonados pelos seus respectivos desenvolvedores — afinal, se estiverem em pleno desenvolvimento, estariam agora suportando 64 bits — e, por conta da falta de atualização, estão perdendo a compatibilidade. Se você ainda está rodando o iOS 10, pode entrar em Ajustes » Geral » Sobre » Aplicativos para visualizar exatamente quais são esses apps que deixarão de funcionar após a atualização.

Precauções antes da instalação

Aqui vai a dica mais importante de todas: faça um backup completo do seu aparelho antes do update para garantir que, na mínima chance de algo dar errado, todas as suas informações estejam sãs e salvas. Você pode fazer isso de duas formas, pelo iCloud ou pelo iTunes.

Para fazer o backup via iCloud pelo próprio iPad/iPhone/iPod touch, vá em Ajustes » iCloud » Backup, ative a opção “Backup do iCloud” e toque no botão “Efetuar Backup Agora”. Obviamente, você precisará ter espaço disponível na sua conta do iCloud para isso; se o seu plano é o gratuito, de 5GB, adianto-lhe que dificilmente você tem espaço suficiente.

Se você prefere fazer backup no seu próprio computador em vez de salvar tudo na nuvem, conecte o seu gadget ao Mac/PC pelo cabo USB do aparelho e abra o iTunes. Nele, clique no ícone do aparelho, escolha a opção “Resumo” e clique em “Fazer Backup Agora”.

Instalando o iOS 11

iOS 11 - Central de Controle e App Store

Você pode atualizar seus aparelhos de três formas diferentes: no próprio dispositivo (OTA; over-the-air), pelo iTunes ou manualmente. É normal os servidores da Apple ficarem sobrecarregados de início, então não estranhe se o download estiver lento nesses primeiros minutos/horas de liberação do sistema — se você puder esperar até à noite (ou amanhã), melhor.

OTA

A forma mais simples de atualizar o seu iDevice é pelo próprio aparelho. Para isso, vá em Ajustes » Geral » Atualização de Software; o update para o iOS 11 deverá estar listado lá. Basta seguir as instruções e, em alguns minutos, todo o processo será concluído.

É bom lembrar que, caso você não tenha espaço suficiente disponível no aparelho, o próprio sistema se encarregará de apagar alguns aplicativos para que possa baixar os arquivos relativos à atualização — após o fim do processo, esses apps serão devidamente reinstalados com todas as suas informações.

ITUNES

Você também pode realizar a instalação do iOS 11 pelo iTunes. Basta conectar o dispositivo ao Mac/PC e abrir o software que, muito provavelmente, o aviso da disponibilidade do iOS 11 aparecerá imediatamente. Caso isso não aconteça, você deve ir em “Resumo”, dentro da página do dispositivo, e clicar no botão “Buscar Atualizações”.

Em seguida, basta seguir as instruções na tela do computador e aguardar que o processo seja completado.

MANUALMENTE

O terceiro método, o menos utilizado, envolve fazer o download direto da atualização do sistema para o seu computador e aplicar o update pelo iTunes. Esta pode ser uma boa opção caso você tenha vários dispositivos iguais em casa — neste caso, o download de apenas um arquivo servirá para atualizar todos, o que economiza tempo e banda.

Para realizar o processo, basta baixar o pacote de atualização referente ao seu dispositivo:

Depois, conecte o aparelho ao Mac/PC, abra o iTunes, vá em “Resumo” e clique no botão “Buscar Atualização” enquanto segura a tecla (Option). Na janela que se abrirá, navegue até o arquivo que foi baixado e o selecione. Em seguida, siga as instruções na tela, aguarde alguns minutos e aproveite as novidades.

O que ficou para depois

Conforme já falamos aqui, o recurso Mensagens do iCloud (que sincroniza o histórico de mensagens entre os seus diversos dispositivos pela nuvem) será lançado num futuro update do iOS 11.

Novos recursos do iOS 11

Assim como ele, a Apple informou também que o Apple Pay Cash (recurso de enviar e receber dinheiro entre pessoas) também só estará disponível numa futura versão do iOS 11, a qual será liberada no outono do hemisfério norte (nossa primavera). Obviamente, tal recurso não chegará ao Brasil — ao menos não por agora —, afinal ainda não temos acesso ao Apple Pay.

·   •   ·

Aos que já atualizaram pro iOS, compartilhem suas experiências nos comentários abaixo!

Atualização, por Rafael Fischmann 19/09/2017 às 18:33

Mais uma boa mudança anunciada hoje pela Apple: a partir de agora, usuários poderão baixar apps/updates com até 150MB via rede celular (3G/4G/LTE), 50% a mais do que era possível antes.

Aproveitando a oportunidade, diversos leitores relatam que ainda não estão vendo os novos Emojis no iOS 11. Pode ser que a Apple tenha deixado para liberá-los num futuro update, também.

Atualização II, por Rafael Fischmann 19/09/2017 às 18:54

Confira aqui todas correções de segurança trazidas pelo iOS 11.

Posts relacionados

Comentários