Dominação total: Apple quer criar seus próprios processadores para Macs e chips de modem para iPhones

Já faz mais de cinco anos desde que surgiram os primeiros rumores de que a Apple deixaria de utilizar os processadores da Intel em seus computadores e passaria a adotar uma solução própria, baseada em ARM.

Muitas águas rolaram, os processadores próprios da Maçã que usam essa arquitetura e integram os iGadgets evoluíram bastante (a ponto de superarem os da Intel), mas nada de vermos algo criado especificamente para os bons e velhos Macs.

Essa ideia, porém, não morreu. Pelo contrário: em fevereiro, a Bloomberg colocou mais lenha nessa fogueira e, agora, o Nikkei reforçou ainda mais.

De acordo com alguns analistas, a Apple tem interesse em expandir as capacidades dos seus semicondutores — paralelamente, diminuindo a dependência de fornecedores. Desse modo, a empresa poderia melhorar os esforços em inteligência artificial, diminuir os custos de produção, proteger melhor a sua própria tecnologia e muito mais.

Além dos processadores com arquitetura ARM para os Macs, o analista Mark Li afirmou que a Apple teria investido em pesquisa e desenvolvimento para fabricar seus próprios chips de modem para iPhones. Atualmente, a Maçã depende da Intel e da Qualcomm — e, conforme temos acompanhado, sabemos que, com esta última, a empresa não está nos melhores termos. Ainda assim, Li afirmou que talvez demorem mais de dois anos até que vejamos algo próprio da Apple.

A busca por componentes próprios não é nova; aliás, a Maçã acabou de se livrar da dependência dos chips gráficos da Imagination Technologies. Portanto, com todo esse tempo de rumores, pode ser que os esforços da Apple estejam indo nessa direção e ela apenas esteja esperando o momento em que tudo esteja funcionando perfeitamente — e, é claro, com uma performance melhor que a das suas fornecedoras atuais — para que as mudanças aconteçam.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários