Apple publica código-fonte do kernel XNU do iOS e do macOS, compatível com processadores ARM

Todos os anos, a Apple publica o código-fonte do Darwin — o núcleo Unix dos seus sistemas operacionais. E ela já fez isso novamente, agora para o macOS High Sierra 10.13.

Mas este ano há uma novidade significativa. No código-fonte do kernel XNU que a Apple publicou no GitHub, há códigos tanto do iOS quanto do macOS compatíveis com processadores ARM.

No iOS, isso é o normal; todos os processadores da série “A”, criados pela Apple, são baseados na arquitetura ARM. Mas Macs usam processadores x86, da Intel, desde 2006.

Obviamente, isso pode ser apenas a Apple se precavendo e mantendo o código pronto para uma migração que pode nunca vir a acontecer. Mas não deixa de ser mais um indício de que ela pretende mesmo seguir esse caminho, ainda mais com os avanços extraordinários que temos visto em seus chips. O A11 Bionic, que equipa os iPhones 8, 8 Plus e X, já supera até mesmo MacBooks Pro em testes de benchmark.

Vale notar que esse código-fonte publicado pela Apple refere-se mesmo apenas ao núcleo dos sistemas operacionais, ao seu kernel — e a licença dele também é bastante restritiva. A maior parte (interface, frameworks, aplicativos…) continua, é claro, totalmente fechada e proprietária.

dica do Raí Siqueira, via TechCrunch

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários