“Gambazinho do Mato”: confira esse belo curta brasileiro filmado inteiramente num iPhone 7

A arte pode vir de qualquer lugar — basta que haja uma mente inquieta querendo se expressar e uma tela em branco à sua frente. Quando eu digo “tela em branco”, claro, estou utilizando uma metonímia; essa tela pode ser um instrumento musical, um pedaço de pedra, um corpo, um galpão vazio ou qualquer outra coisa possível e imaginável. Até mesmo um iPhone.

Claro, a Apple (e especialmente Jony Ive, com seu palavrório) irá dizer que o iPhone em si é uma obra de arte, mas — para mim, ao menos — muito mais interessante é a expansão dos horizontes que ele, junto a todos os outros smartphones modernos, traz para artistas e aspirantes a artistas ao redor do mundo. Basta ver, por exemplo, o cineasta Sean Baker, que ganhou a atenção do mundo cinematográfico com seu filme “Tangerine”, totalmente rodado com três iPhones 5s, e agora é uma das principais apostas para o próximo Oscar com sua nova obra, “The Florida Project” (ainda sem data de lançamento no Brasil).

Movendo-se das terras estadunidenses para algo mais próximo de nós, obviamente seria de se esperar que artistas brasileiros também fossem tirar proveito das habilidades do iPhone para seus próprios exercícios de expressão. É o caso do curta “Gambazinho do Mato”, do gaúcho Lucas Franck (@lucasfranckbro, no Instagram).

Totalmente filmado com um iPhone 7 e editado no Final Cut Pro X, o curta é o registro do projeto homônimo que levou o Dia das Crianças a uma comunidade na zona norte de Porto Alegre (RS), com direito a comes e bebes, presentes e brincadeiras. Estou muito longe de ser um crítico de cinema, mas, pessoalmente, gostei muito da escolha de Lucas de focar sempre que possível no rosto das crianças — desta forma, é possível sentir a alegria delas em todos os momentos do curta.

Lucas, parabéns pelo trabalho e que venham mais projetos como esse!

Posts relacionados

Comentários