Em uma nova entrevista para o BuzzFeed News, Tim Cook e Angela Ahrendts receberam a repórter Nicole Nguyen na mais nova loja da Apple em Chicago para tratar sobre alguns assuntos que muito se tem discutido no mundo da tecnologia, principalmente entre aqueles que acompanham as notícias da Maçã.

Começando a conversa, Nguyen perguntou aos executivos sobre a necessidade real de uma nova loja, sendo que muito das vendas hoje em dia acontecem online. Cook afirmou que as novas localidades da Apple não poderiam ser chamados de meras “lojas” pois o foco não é somente vender, mas principalmente oferecer “serviço e suporte”, a fim de ser “parte de uma comunidade”.

Além disso, Ahrendts disse que uma parceria com a Prefeitura de Chicago foi o que possibilitou a abertura da unidade naquele local, onde ninguém acreditou que seria possível construir uma loja. O arquiteto Stefan Behling também explicou sobre toda a estrutura da Apple Michigan Avenue, com os pequenos detalhes e materiais cuidadosamente pensados.

Aproveitando o ensejo, Nguyen fez questão de perguntar a Cook sobre o fornecimento do iPhone X, que tem dado o que falar até antes de chegar às prateleiras. O CEO apenas se limitou a dizer que “veremos o que vai acontecer, mas vamos trabalhar o máximo possível para fazer o maior número [de aparelhos] que pudermos”.

A entrevistadora também trouxe uma aposta antiga à tona, questionando aos dois sobre a possibilidade de Ahrendts se tornar a próxima CEO da empresa; enquanto a executiva respondeu que os rumores são “notícias falsas”, Cook se ateve a dizer que, como atual CEO da Maçã, seu papel é de preparar “o máximo possível de pessoas” para que possam se tornar os próximos a ocupar esse cargo, mas que a decisão final é do conselho.

E, para não perder o costume, Nguyen também perguntou sobre a relação da Apple com a administração do presidente americano Donald Trump e se o CEO não estaria preocupado com retaliações em cima de seus comentários: “Não. Algo ótimo na América é que você pode ter opiniões diferentes, e isso geralmente ajuda o país a avançar.” Cook afirmou que tenta “ficar fora de política”, mas se envolve quando algo os afeta diretamente — que é o que temos visto em situações como a dos “Dreamers”, por exemplo.

Como sempre, o Cozinheiro também tratou sobre outros assuntos como o ensino de programação nas escolas e também suas grandes expectativas em relação a realidade aumentada. Vale conferir.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários