Efeito Apple: Qualcomm vê lucros caírem 90% no quarto trimestre fiscal, mas ainda pode lutar

Esta é uma boa notícia para comprovarmos que, para o bem ou para o mal, geralmente não é uma boa ideia comprar briga com uma das maiores empresas de tecnologia do mundo — ainda que você também seja uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, só que menor.

A Qualcomm publicou ontem seus resultados financeiros referentes ao quarto trimestre fiscal de 2017 e os números não mentem: a briga com a Apple foi um baque sem precedentes na gigante dos microchips.

Basta ver, por exemplo, o lucro da companhia no período, de US$168 milhões: o valor representa uma queda de brutais 89,5% em relação àquele obtido no terceiro trimestre fiscal do ano passado. Enquanto isso, a receita também caiu, mas num ritmo bem menor: foram US$5,96 bilhões, ou aproximadamente 4,5% a menos do que no período anterior.

Apesar dos números desanimadores, as ações da Qualcomm subiram — no momento, cerca de 3% — após a divulgação dos resultados. O motivo? Analistas do mercado financeiro acreditavam que a empresa iria apresentar números ainda piores e, portanto, os investidores receberam as notícias como um alívio e uma espécie de garantia de que a gigante dos microchips tem ainda condições de lutar e manter sua posição de liderança no segmento.

Ainda assim, as ações da empresa caíram 18% em valor se fizermos uma comparação com o mesmo período do ano passado. Portanto, é bom que a Qualcomm se cuide — e talvez até se apresse para resolver o imbróglio com a Maçã, antes que seja tarde demais para retornar.

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários