Capacidades de vídeo do iPhone X são postas à prova em comparativo com câmera profissional da Panasonic

Que as câmeras dos celulares melhoram a cada ano e todo novo modelo é capaz de produzir fotos e vídeos ainda mais impressionantes, bom, não é novidade para ninguém — basta ver a dificuldade do DxO Labs em encontrar um parâmetro objetivo para ranquear os principais aparelhos de 2017. Mas e se a comparação é entre uma câmera de smartphone e um produto profissional? Será que há chances de se competir em pé de igualdade?

Foi exatamente o que o blog de fotografia Fstoppers propôs nesse teste que pôs frente a frente as capacidades de filmagem do novíssimo iPhone X e da Panasonic GH5, câmera profissional queridinha dos profissionais de vídeo por sua versatilidade e competência. A GH5, é bom notar, é um equipamento que custa, com uma lente básica, cerca de US$2.800 — valor equivalente a quase três iPhones X nos EUA… ou cerca de um no Brasil.

O vídeo com as rigorosas comparações pode ser visto logo abaixo:

Surpreendentemente, como podemos ver, o mais novo smartphone da Maçã não faz feio se comparado com a Panasonic numa série de aspectos, especialmente nos ambientes abertos e bem-iluminados onde os testes foram feitos. Além de trazer um modo slow-motion considerado melhor que o da câmera profissional, o aparelho da Apple apresentou cores igualmente vibrantes e contraste tão apurado quanto a GH5.

Obviamente, as coisas pendem para o lado da Panasonic quando o ambiente é menos iluminado — afinal, o sensor Micro Four Thirds da câmera profissional permite uma captura muito maior de luz que o módulo presente no iPhone. A GH5 também se mostrou superior no zoom (afinal, o smartphone conta com uma ampliação de apenas 100%, recorrendo ao zoom digital após isso) e na estabilização de imagens. Nada, entretanto, que não fosse esperado por qualquer pessoa com um mínimo de bom senso.

No fim das contas, o resultado pode ser considerado uma vitória não só para o iPhone X, mas para todas as boas câmeras de smartphones ao redor do mundo. Quem apostaria há dez anos, afinal, que um dispositivo móvel poderia competir com uma câmera profissional e bater de frente com ela em uma série de aspectos? A meu ver, é uma coisa absolutamente impressionante. E que elas continuem avançando!

·   •   ·

Já que estamos na tônica das filmagens com o iPhone X — porém, alerta: preparem-se para ficar com fome —, vale a pena conferir esse mini-documentário sobre Elise Lepinteur, confeiteira francesa discípula do lendário chef-patissier Christophe Adam.

Apropriadamente intitulado “Made in Paris”, o curta produzido pela dupla francesa AmnesiArt foi, acreditem se quiserem, totalmente filmado com um iPhone X. Sim, é verdade: todas essas tomadas perfeitas e quase obscenas de éclairs, tortas Saint Honoré e outros confeitos bonitos demais para este mundo saíram do mais recente smartphone da Apple.

Ao 9to5Mac, os diretores compartilharam alguns detalhes do processo de filmagem, que envolveu estabilizadores especiais, iluminação profissional e, creio eu, muita força de vontade para filmar tudo antes de atacar os doces. Eu, particularmente, tiro meu chapéu imaginário para os produtores.

Posts relacionados

Comentários