Editor de fotos Luminar, da Macphun, ganha nova versão para concorrer com o Adobe Lightroom

Se você não gostou das mudanças realizadas pela Adobe no Lightroom e o Fotos, da Apple, ainda é uma ferramenta muito básica para as suas necessidades, talvez uma nova opção vindo do horizonte possa valer a pena.

Falo do Luminar 2018, da desenvolvedora Macphun.

Luminar 2018, da Macphun

O estúdio (que em breve passará a se chamar Skylum, pois seus principais softwares — incluindo este de que estamos falando — estão ganhando versões para Windows) já era responsável pelas versões anteriores do Luminar desde o seu lançamento, mas essa atualização é tão profunda e drástica que eles estão tratando a novidade quase como um novo produto — um novo produto, aliás, que pela primeira vez pode competir basicamente em pé de igualdade com a solução profissional da Adobe.

A versão 2018 do Luminar traz como principais novidades uma velocidade de operação extremamente otimizada, com um motor de processamento para imagens cruas (RAW) renovado e também muito mais veloz, e a assistência de uma camada de inteligência artificial que tornará as tarefas mais simples, com resultados mais precisos.

A interface também foi profundamente reconstruída, integrando-se perfeitamente com os paradigmas visuais do macOS e trazendo um refrescante tema escuro (sério, produtoras de aplicativos profissionais, façam aplicativos escuros se vocês desejam o bem dos olhos dos seus usuários). Por enquanto, ainda não há uma ferramenta que permita se administrar várias fotos de uma vez como acontece no Lightroom — apenas uma imagem por vez pode ser editada —, mas esse é um recurso que os desenvolvedores disponibilizarão em breve. Aliás, logo o Luminar 2018 suportará também os catálogos do Lightroom para os usuários que queiram fazer a transição definitiva.

Na hora de tratar as imagens, o software conta com vários filtros otimizados por aprendizado de máquina — um deles, por exemplo, remove o ruído da foto com base nas cores do conteúdo da imagem, tirando o mínimo possível de definição. Mais de 100 presets estão disponíveis para quem quer apenas aplicar uma “camada de tinta” e deixar a foto mais atraente sem muito trabalho. Outros recursos, como remoção inteligente de objetos, sistema de camadas e máscaras, também estão disponíveis.

O Luminar 2018 está disponível no site da Macphun por US$70 — como promoção da Black Friday, vários adicionais que juntos somam quase US$60 estão acompanhando o software, como presets pagos, um ebook sobre fotografia e um tutorial sobre captura de imagens e vídeos aéreos. Àqueles que já tem versões anteriores do Luminar, o upgrade sai por US$40. Curtiram?

Posts relacionados

Comentários