Apple é multada por não entregar documentos referentes ao caso Federal Trade Commission vs. Qualcomm

Apple e Qualcomm estão num pé de guerra daqueles. Tudo começou após a Federal Trade Commission acusar a Qualcomm de monopólio; depois disso, a Maçã também partiu para cima dela.

Contudo, nesse caso específico envolvendo a FTC e a Qualcomm, a Apple se deu mal. Isso porque — segundo informou a Bloomberg — o juiz responsável pelo caso, Nathanael Cousins, perdeu a paciência com a Maçã e aplicou sanções por ela demorar a entregar documentos no processo os quais comprovam que a Qualcomm lhe forçou a usar seus chips de forma exclusiva.

A Apple foi ordenada a pagar uma multa de US$25 mil ao dia, a partir do dia 16 de dezembro; a empresa tem até 29 de dezembro para entregar tais evidências e, caso não faça isso, terá que desembolsar mais, por multas um pouco mais violentas (não informadas). Convenhamos que US$25 mil por dia não é muita coisa para uma companhia que, de acordo com os resultados financeiros do último trimestre, gera esse montante a cada 16 segundos…

Se defendendo da “acusação”, a Apple (que não faz parte desse processo, é bom ressaltar) disse que já produziu mais de 2,6 milhões de documentos, os quais foram devidamente entregues no prazo (até o dia 15 de dezembro).

Nós já produzimos milhões de documentos para este caso e estamos trabalhando muito para entregar outros milhões a mais que foram solicitados em um período sem precedentes. Nós planejamos apelar dessa decisão.

Josh Rosenstock, porta-voz da Apple.

Veremos como isso vai ficar. Enquanto nada sobre todos os casos nos quais as empresas brigam é definido, a Qualcomm vem sofrendo com o não-pagamento de royalties da Apple e perdas milionárias que se refletiram no seu último trimestre fiscal.

Posts relacionados

Comentários