Acreditem: grupo processa Apple pedindo US$999 bilhões por conta da polêmica com as baterias de iPhones

Se você achava que a polêmica iniciada há algumas semanas, quando usuários e especialistas detectaram que a Apple estava deliberada e silenciosamente reduzindo a performance de iPhones antigos para preservar a sua capacidade energética, dissipar-se-ia rapidamente, você está deveras enganado.

Uma série de ações coletivas de usuários indignados com a notícia começaram a cair no colo do departamento jurídico da Apple. Nós já falamos de três mas, aparentemente, pelo menos oito processos foram movidos por diferentes grupos nos Estados Unidos. Mas o mais recente deles chama a atenção pelo valor pedido pelos usuários: US$999 bilhões. É, você não leu errado.

Todas as partes queixosas partem do mesmo princípio: de que a Apple comprometeu o desempenho dos seus iPhones sem aviso prévio e, por isso, os usuários foram obrigados a investir em novos aparelhos por conta da conduta da empresa. Por isso, segundo eles, a Apple negou o uso, a utilidade e o valor dos iPhones antigos — constituindo, dizem, crime.

Claro que vai demorar muito até que qualquer uma dessas ações chegue a um final — mas posso afirmar desde já que a dos US$999 bilhões, se não for arquivada, ao menos verá esse valor significativamente reduzido com o passar do tempo. Caso contrário, esse advogado pode entrar agora na lista de pessoas mais ricas do mundo… em primeiro lugar!

via iDownloadBlog

Posts relacionados

Comentários